quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Um Beijo.

Mais alguma coisa?

- Eu sei da sua idade aquilo que vc me mostra com as suas escolhas.
(30-1/9-10/ 2010)

Leão nosso de cada quarta!!!!!!!

*Se liga Leão. Gabriel vai te comer. Foto de: Ana Clara Vinhas Santos.


Querido Leitor sem nada pra fazer...


Estamos de volta com nossas aventuras supimpas!!!!!!
Saudades das nossas sagas Leoninas,não?? aposto!!!
Confira agora mesmo a nossa coluna mais tosca:

"Leão nosso de cada quarta!! (ou quinta)"

Publicada em parceria com Rebeca de Honey, bloggueira do "My Life is Brilliant"

Acesse:
Post: A Noite II

Boa Tarde!!!

DEUS SABE O QUE FAZ.

*Foto de Nuno Lobito. N1.



"Quem sabe a que escuridão do amor pode chegar o carinho"
...
"Não ser devorado é o objetivo secreto de toda uma vida."
...
"É que a própria coisa rara sentia o peito morno do que se pode chamar de Amor. Ela amava aquele explorador amarelo. Se soubesse falar e dissesse que o amava, ele inflaria de vaidade. Vaidade que diminuiria quando ela acrescentasse que também amava muito o anel do explorador e que amava muito a bota do explorador. [...] pois nem de longe seu profundo amor pelo explorador ficaria desvalorizado pelo fato de ela também amar sua bota. Há um velho equívoco sobre a palavra amor, e, se muitos filhos nascem desse equívoco, tantos outros perderam o único instante de nascer apenas por causa de uma suscetibilidade que exige que seja de mim, de mim! que se goste, e não do meu dinheiro."
...
(LISPECTOR, Clarice. A menor mulher do mundo. IN: Laços de Família, 1960).

TEMPERANÇA....


*Don't you hate me? - Foto de Inês

"Eu quis te convencer, mas chega de insistir

Caberá ao nosso amor o que há de vir

Pode ser a eternidade má

Caminho em frente pra sentir saudade"

(Janta- Marcelo Camelo / Malu Magalhães)

Querido Leitor,

Consegui, finalmente, não conseguir nada e me tranquilizar com isso. Entreguei o tal texto, paguei minhas contas, comprei umas coisas, tomei uma cerveja, chutei o balde e esqueci de lembrar.

Só posso crer no não acaso das coisas, em todas as circunstâncias. E não é isso o que move o mundo? o não saber do dia de amanhã? O ser humano é fantástico na sua capacidade de renovação e adaptação diante do caos.

Vontades. Saramago é quem disse que as vontades dos homens é que movem o mundo. Estou cheia delas, vontade de praia, sobretudo. Vontade de fazer alguma coisa nova, e ao mesmo tempo, ficar em casa, dormir, estar bem, estar em paz.

Tudo o que eu quero é estar em paz.

Falta tanta coisa, tanto pedaço, mas quem disse que se pode ter tudo? Não podemos...não devemos....mas querer é necessário, pra se poder mudar...evoluir...ir além.

Nunca surpreendi ninguém; acho que serei sempre o pior de mim, àqueles que não me conhecem. Mas acho que tenho me supreendido, pouco a pouco, quando apesar do óbvio eu insito em ir...adiante...e ver sei lá o que.

"E lá vai Deus.....sabemos pois, estamos sós"- também disse Camelo, em "Passeando".

Isso vai durar uma cara ainda....mas vai passar...."Solidão...foge que eu te encontro, que já tenho asas" - Camelo, de novo.

Bom Feriado a todos os Viçosences;

Boa Ventura a todos os seres humanos;

E Bom Dia pra mim!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

TOMADA....

*Tomada. Foto de Bruno Martins.
...
...
...

...De Consciência!
Hoje foi o dia.
Engraçado como as boas idéias nos surgem sutilmente.
...
Boa Madrugada!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Cérebro Masculino e Cérebro Feminino

Enfim desvendando os mistérios do cérebro masculino!!!!!!

...

Enjoy!

...

BOA MADRUGADA!

Amor em tempos de pós-modernidade.


*Cena da Vida Real. Foto de João Monteiro.
Querido Leitor deste Buteco dialético....(quis usar esse termo, assim, só por exibição).
...
O Amor é lindo, mas ele não paga as nossas contas.
...
Sendo assim, leitora sofredora e melodramática, esqueça seus problemas e vá trabalhar!
...
Disseram-me esses dias: "Amanda...amor não é aquilo que nos faz sofrer" - Aliás, ao longo da vida, já ouvi muitas amigas dizendo essas coisas.
...
Já Dr. Caramujo disse-me uma vez: "A maioria das pessoas pensa que Amor é só felicidade, mas não: as pessoas são complicadas...os arranjos sociais...amor também é sofrimento; não só, mas também. Aliás, felicidade não existe: mas sim momentos de felicidade."
...
O que eu acho?
...
Bem. Eu acho que a gente é muito acostumado ao que vem mais fácil, e que também vai mais fácil, em consequência. Dificilmente as pessoas têm se relacionado de modo mais profundo, mais enraizado; talvez seja reflexo desse momento pós moderno, não sei.
É claro que excesso de sofrimento não é amor; é obsessão, patologia, prisão. Mas acho que leveza demais é prejudicial: banaliza.
...
Estou à procura de um namorado, e a única exigência dessa vez é: que ele seja muito rico, cozinhe bem, queira ser o pai dos meus filhos, goste de dançar, goste de Simpsons, goste de acampar, goste de escrever, goste de cinema, seja solteiro, saiba fazer bons drinks e, sobretudo: que goste de mim como sou....Nada mais.
...
(Planeta terra chamando...)
..
Bom Dia!

sábado, 25 de setembro de 2010

Aos casais que se amam...

* Os Amantes. René Magritte.
...
...

"Seja quente ou seja frio,
não seja morno que eu te vomito"
(Apocalipse 3, 15-16).

- Moço, me vê um certificado?

Querido Leitor,
...
Este post é sobre as complicações da vida acadêmica.
...
Hoje acordei feliz; tomei café, comi um pastel há pouco, e decidi organizar a minha estante nova e separar alguns certificados para o meu Lattes, coisa que pretendo fazer no feriado.
...
Mas é claro, leitor, que em se tratando de Amanda Lopes de Freitas, um mero certificado não é apenas um mero registro em papel, mas sim, um desafio a ser conquistado depois de atravessar inumeros conflitos e peripecias! Claro...(raiva sô)
...
Entrei no site da PPG a fim de imprimir um certificado de um trabalho que apresentei no SIC do ano passado....e, adivinhem? Constava lá que não havia uma comprovação de que ele fora apresentado!!!!!!!!!!!!!!!! Mas como? Se foi a minha orientadora de Tutoria, na época, quem o avaliou inclusive? (Adriana, gente boníssima!!).
...
Ok ok...o trabalho tava uma porcaria mesmo, mas é meu!
Filho das minhas entranhas!!!!!!!!!!!!!
...
Já enviei uns 20 emais para todos os envolvidos...agora é só aguardar!
...
Há outro certificado que preciso receber, da minha participação em uma palestra sobre Cervantes; como meu nome estava na lista de espera, rolou uma complicaçãozinha, mas acho que dará tudo certo...
...
Sim! Eu me sinto mal com essa coisa de certificado! Nunca tive essa gana por papel, visto que sempre participei, durante a vida acadêmica, de eventos que me interessavam apenas...e ao longo de muitos anos, tinha como prioridade eventos mais "sociais", semanas acadêmicas de coisas que não tinham nada a ver com o meu curso de Letras, mas que contribuiram em muito para a minha formação humana....como a PJ.
...
Mas agora...."certificado na mão, calcinha no chão" - como diz uma amiga...(juro que não sou eu!).
...
Pensei até em procurar um certificado antigo de dentição que recebi do meu dentista (que também me deu um pirulito, paradoxalmente...) quando eu tinha 3 anos: Na época, meus dentes ainda eram bonitos, branquinhos, e sem cáries! - Será que rola de colocar no Lattes??
...
Pensando bem, vou pedir mais desses certificados para minha dentista atual, meu psiquiatra, meu oftamologista, minha ginecologista....
...
"Certificamos que Amanda Lopes de Freitas é uma mulher simpática, charmosa e inteligente, dotada de uma percpeção distorcida da reliadide, a que muito lhe cai bem".
...
Boa Tarde!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Resumo da Ópera.

*Carmen. Foto de Ricardo Coelho.

Querido Leitor,

As duas últimas semanas foram as mais caóticas da minha vida, sem dúvida.

Falta de concentração, problemas e mais problemas, ansiedade generalizada, com direito a dor de estômago e derivados.

Hoje visitei Dr. Caramujo novamente, na expectativa de que ele me desse um remédio tarja preta e me diagnosticasse com algum transtorno qualquer, tipo esses de déficit de atenção:

- Amanda...você está muito bem!! Só um pouco ansiosa... Tem que aprender a se organizar melhor...você não tem nada de mais!! E seu brinco é lindo, combina com você! - foi o que disse Dr. Caramujo; sempre gentil!

Antes da consulta, deparei-me com meu orientador na reta da UFV (bem no momento em que intentava não encontrá-lo pelos próximos dez anos!)....TCHARAN:

- Meu Texto? - ele disse.

Depois de alguns esboços de lágrima, desconcerto e confusão verbal, ele disse:

- Me entrega terça, tá?

Aff...que vergonha!!!!!!!!!

- Bem feito Amanda! Isso é pra você deixar de ser mentirosa e enrolada! - disse Caramujo, zombando de mim.

Depois de toda essa loucura, fui surpreendida com uma visão do inferno, saindo do Pio Afro, enquanto eu me dirigia maravilhosamente bela para o "Departamento de Números". Pensei:

- Meu Deus....isso é pra fechar minha semana com chave de ouro.....

Confesso que a cena me chocou um pouco; parafraseando certo alguém... "mexeu comigo!". Certo mal estar, digamos...De qualquer forma, depois de pensar no caso durante 5 horas concecutivas, dei-me conta de que meus sentimentos haviam mudado mesmo. Estranha essa sensação de que o tempo faz milagres, não? Ainda existem os sentimentos, não foram anulados; mas mudaram muito....

Cheguei em casa, obviamente, e quase iniciei minhas pesquisas relacionamentais....(entendem meninas?)...mas, a certeza de que ser feliz é mais importante me fez desejar apenas uma boa dose de vodka e um pouco de cama. Estou há dois dias sem dormir...(na verdade, a pesquisa não evoluiu por falta de dados...hehehehe...mas deixa pra lá!).

Hoje também fui abordada por um rapaz lindo, fofo, interessante, que há um ano, mais ou menos, não queria nada comigo. Senti que estava muito receptivo e bem intencionado...Achei o máximo, mas pensei:

- É Amanda....Deus não dá asa à cobra, querida....

E as coisas foram progredindo.

Depois de uma viagem para além de mim, finalmente comecei a voltar. Hoje me reconheci em meio ao caos de mim mesma. Até resolvi não alugar filmes para o fim de semana. Quero sair à noite; mas antes, devo passar o dia todo trabalhando.

Trago comigo algumas certezas, ainda que incertas. Hoje comecei a chegar da minha viagem de ausência: sim...eu estou mesmo apaixonada e gostaria mesmo de reencontrá-lo no meu futuro abstrato, concreto ou em qualquer outra denominação. Mas, na impossibilidade de que isso aconteça - ou, vai saber, quem sabe pode acontecer um dia.... - acho melhor eu me ocupar com escolhas mais palpáveis e menos complicadas...escolhas que também podem ser prazerosas. Há muitas outras coisas para serem feitas,ainda, como por exemplo....um trabalho para terça.

Pensei nele hoje muitas vezes, enquanto me dava conta de que sou uma pessoa de sorte....devo ter enviado umas 30 mensagens de celular...(e olha: não tinha crédito algum!! Incrível como o destino conspira a nosso favor, amado leitor...só você quem não vê....rs).

(Você não vale nada, mas eu amo você...).

Resolvi aderir a essa coisa de Carnavalização, inclusive nos meus relacionamentosss.

Mas, enquanto isso, no mundo real:

Conheci um menino lindíssimo, simpatísissímo, mas com idade para ser meu filho, acreditam???????? (Ninguém merece). O menino é uma gracinha...deve saber disso.

Hoje está uma noite linda e fresca: vontade louca de sair por aí e fazer qualquer coisa que não dormir. Essa sou eu!

Boa Noite!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Cafés, Cigarros e Corujinhas.

*Coruja Buraqueira. Speotyto Cunicularia. Foto de Celso Fernando Paris Junior.
...
...
Porque..."Quem com ferro fere, com FERRO será ferido", entendeu a maldade, leitor?
...
Boa Madrugada!

Mudança da Planos...




*Os três macacos sábios. Foto de Heran Azevedo Rosas.

...

- Engole o choro e ACORDA!!!!!!!!! A partir de hoje, Leão será apenas o nome de um animal da selva pra você. Agora sim você tá vendo o que é um homem complicado, né? Já comprou o energético??? Ui!!!! ADORO QUANDO VOCÊ SE FERRA, AMANDA!!!!! Sai dessa bagaça, anda! e engole o choro. Tente fazer nada além de respirar e manter-se em pé!

- Engole o choro!

* Foto de Val Fernandes. Choro...
...
...
...
- Engole o choro e vê se não dorme!

Momento Introspectivo.

Estou num momento "resguardo".
Porque não sou apenas um rostinho bonito em um corpo escultural....
(além de humilde, como podem notar...).
...
Desculpem!
...
Bom Dia (Parte III).

Após sair do banheiro (DO BAR).

*Banheiro de Bar. Roberto de Bem.
....
....
" - Garçon, uma dose de amnésia e duas de desapego por favor."
(Caio Fernando Abreu)

...
Bom Dia! (Parte II).

No Limite.

- Bom dia!

- O que tem de bom?

- Tudo bem?

- Não!

- O que aconteceu?

- O que não aconteceu?

...

TCHARAN: Bom dia!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Melhorando o Humor...

Um vinho-24-anos cairia bem hoje, não?? (piada interna...rsrs).
...
Boa Tarde!

VIVO-MORTO; MORTO-VIVO / Sina da descrença.


* Foto de Viesturs Links. *** (é o título da fotografia).
"Eu quero a sorte de um amor tranqüilo.
Com sabor de fruta mordida.
Nós na batida, no embalo da rede.
Matando a sede na saliva"
(Cazuza -Todo Amor que houver nessa vida).
...
"Não há quem possa me fazer perder a bossa,
Só a saudade do meu barracão".
(Meu Barracão - Noel Rosa).
Querido Leitor desse buteco paliativo,
...
Acho que minha vida está se reorganizando, enfim. Na verdade, eu ainda não tenho plena certeza disso, mas acredito no poder da palavra, de modo que afirmando coisas positivas há uma probabilidade de que o universo consipire a favor de tais realizações. Na verdade, não acredito nisso também, mas...estou num momento de tanta descrença, que é preciso fingir que creio.
...
Hoje, por exemplo.
Acordei passando muito mal, com uma intoxicação alimentar e tudo o que ela nos proporciona de melhor: enjoo, ma-estar, ansia de vômito, excesso de sono (pressão baixa, talvez)...dor de cabeça e visitinhas regulares ao banheiro....Sim! visitinhas relugares, frequentes ao banheiro.
...
Justo hoje que tinha meu estágio do COLUNI às 13....e um ensaio para fazer. Não vou ao estágio, vou à aula de qualquer jeito...mas o fato é: quem acreditaria em mim? Eu, que sempre guardo uma boa desculpa de bolso, no bolso, hoje que digo a verdade, sei que não acreditam em mim.
...
Paradoxo.
...
É porque nem eu acredito que esteja passando mal. Acho que é um sintoma psicossomatico para poder ficar em casa fazendo todas as coisas atrasadas do mundo; pode ser que passar mal seja a única saída que eu tenha encontrado psiquicamente falando para ter mais tempo.
...
Mas fico feliz em saber que tenho tamanha sintonia, eu-corpo-psiquê: trindade de mim mesma.
...
Esses dias têm sido estranhos, cheios de lugares comuns, probleminhas, problemões, vazios, ausência; Mas ontem, passei a noite jogando mímica e "qual é a música" no Hall do Departamento de Letras da Universidade Federal de Viçosa. Já estava com saudade dessa coisa de brincar.
...
Estou meio morta, meio viva. Mas se pisarem no meu calo, acho que viro-viva, des-viro- morta.
...
Quando tudo ficar bem, vou dar um mergulho na psicina do DCE.
...
Boa Tarde!

domingo, 19 de setembro de 2010

Dicas de Sofia!


O Menino do Pijama Listrado (2009)

The Boy in the striped pyjamas.

Um filme de Mark Herman.

...

Os horrores da Segunda Guerra narrados "pelos olhos" de duas crianças. Gosto muito desse tema, e acho que "O Menino do Pijama Listrado" foi um dos melhores filmes que já vi sobre o assunto. Muito me lembrou "No ano em que meus pais sairam de Férias" (2006/ Cao Hambuger) por apresentar a perspectiva infantil ante as tragédias humanas.

Nossa...vale a pena conferir. O menininho "alemão" do filme é a cara do meu ex cunhadinho H*, detalhe super relevante, mas que enfim....tinha que comentar....

Acreditem: embora previsível, é impossível não se emocionar...

Obs: Ok, ok...não é um dos melhores filmes que já vi sobre o assunto; foi apenas um recurso critico-cinematográfico-retórico... mas é muito bonito! Estou aqui, nesse momento, com aquele aperto no peito, falta de ar, vontade de fazer alguma coisa por alguém...sabe aquela sensação adolescente de "posso mudar o mundo?"...rs...Meu Deus! sou uma pessoa muito impressionável; deslumbrada. Nossa...

Sofia de Buteco Recomenda (às pessoas que reagem bem a esses tipos de filme...).

À Cabrita com carinho... (A loira de preto).


Feliz Aniversário CABRITA!!!

AMO VOCÊ SILVIA!!!!

Lembranças de um dia bom!

Achei essa foto hoje no meu pc.
Alenir, eu, FREI BETTO, Iara e um rapaz gente boníssima que conhecemos naquele instante.

Bom demais!
Recomendo todos os textos do Frei Betto!

Boa Noite!

Era uma vez...


* A rã e o nenúfar. Foto de Carlos S. Pereira.
Era uma vez uma Rã.
*
Uma Rã provinda de um lugar muito distante, onde reinavam as cores fortes das quais se tem notícia ainda hoje.
*
Como todo bom anfíbio anuro da
família Ranidae, esta Rã da qual falamos também vivia em lugares úmidos, protegida por uma membrana nictante e resistentes pulmões. Alimentava-se de insetos e vermes; vez ou outra, pequenos animais capturados com a língua, sendo esta, um interessante instrumento de sobrevivência da qual dependia. Era cosmopolita – a Rã – isto é, pertencia ao gênero Rana, o qual se ramifica em 240 espécies espalhadas pelo mundo.
*
Pois bem.
*
Era uma Rã aparentemente comum. Não tinha nada de muito especial que a distinguisse das demais colegas de grupo; não era dotada de nada aparentemente original, nem se quer uma glândula paratóide, capaz de protegê-la das mazelas do reino anfíbio, quando necessário. Ainda assim, esta Rã em questão não era nada trivial, nada ordinária, visto que tinha em sua constituição física e psíquica, elementos herdados daqueles contos chatíssimos e bregas, denominados “...de Fada”.
*
Era uma Rã encantada.
*
Tratava-se de uma Rã cavalheiresca. Gostava de mimar aqueles que a cercavam, ora com palavras doces, ora com demonstrações atípicas de amizade, como por exemplo, estar sempre apta a acompanhar as fêmeas de sua espécie “aos pontos de nenúfar” nos dias de chuva excessiva, o que equivaleria no mundo ocidental a "pontos de ônibus", nos dias de chuva excessiva, que são iguais e incômodos para todos os reinos.
*
As fêmeas da espécie...voltaremos a esse assunto posteriormente, com maior precisão.
*
Além de cavalheira, nossa Rã era divertida e dotada de um senso de humor fora do habitual, em se tratando de rãs: era terrivelmente irônica, observadora e sarcástica. Sabia seduzir pelo riso e pela palavra: comunicava-se através de uma entonação curiosa que , se observada com maior cautela, veremos se tratar de uma armadilha para atrair a fêmea da espécie.
*
As fêmeas da espécie...voltaremos a esse assunto posteriormente, com maior precisão.
*
Além de cavalheira e engraçada, nossa Rã era convencidíssima e vaidosa, como as demais rãs do reino de onde viera, as do gênero Rana. Gostava de confete: adorava ser elogiada, ainda mais quando reconhecida pelo seu excesso “anfíbico” de “borogodó”, porque sim: era uma Rã por demais charmosa, sendo este detalhe o principal motivo dos problemas insolucionáveis que nossa graciosíssima Rã arrastava consigo pela vida afora....problemas e mais problemas!
*
Era uma Rã confusa, a pobre. Muito confusa, muito perdida: uma Rã alucinante e alucinada.
*
Dizia “sim” quando desejava dizer “não”; quando dizia “não”...nunca se sabia o que ela realmente queria dizer. Era uma Rã maluca e incompreensível, poucas pessoas a conheciam bem, simplesmente porque tinha muitos labirintos dentro de si.
*
Banhava-se em cafés ferventes nos dias de festa, a fim de atrair o maior número possível de fêmeas da espécie, de uma só vez.
*
As fêmeas da espécie...voltaremos a esse assunto posteriormente, com maior precisão.
*
Era dotada de um mecanismo mágico, herdado dos contos chatíssimos e bregas, denominados “de Fada...”, que a possibilitava enxergar além do que os olhos normais podem mostrar.Talvez em função de uma dificuldade congênita de ouvir bem, o que lhe transformou numa Rã tagarelíssima, que falava demais, sua capacidade de observação do outro era realmente tocante. Ela conseguia, em poucos instantes, apreender o que de melhor as pessoas traziam em si, e é por isso que sempre as conquistava com sua amizade.
*
Ao contrário da maioria dos seres vivos, nossa Rã não perdia tempo com as imperfeições do outro, renegando-as sempre. Sua capacidade de “olhar” era tão profunda, que conseguia revelar, de modo misterioso, o melhor que cada um de seus amigos traziam dentro deles, qualidades ainda desconhecidas.
Era uma Rã muito humana, o que é um paradoxo: apesar de extremamente vaidosa e convencida, era simples, acolhedora e generosa.
*
Doce.
*
Mas nem tudo eram nenúfares na sua vida e na vida daqueles que a amavam muito.
*
Nossa Rã encantada às vezes se comportava como um ser vivo chato, guardando bons discursos e desculpinhas de bolso quando não queria, por exemplo, perder uma discussão. Apesar de extremamente educada, por ser tão cavalheira, era teimosa como uma mula em algumas situações, ampliando “alucinadamente” o nível de complexidade das coisas que eram simples, óbvias e didáticas.
*
Costumava sumir de vez em quando, desligando seus aplicativos “anfíbicos” quando lhe convinha, semelhantes a celulares ou MSN’s do reino humano animal.
*
Irritava, às vezes, sua mania de sumiço, mania de ausência.
*
Acerca de si viviam numerosas fêmeas de todos os Reinos: anfíbio, animal, vegetal, fungi. Ela conquistava a todas, com aqueles mecanismos já citados. Levava-as à loucura e perdição; paixões desmedidas, às vezes correspondidas, às vezes não. Frustradas, tais fêmeas organizavam-se em sindicatos, fã-clubes, grupos de ajuda: “Como esquecer uma Rã Cafajeste?”, ou ainda: “Como pegar uma Rã cafajeste, Parte I: entendendo o vocabulário e hábitos complexos das Rãs de gênero Rana”.
*
De um jeito ou de outro, devido a um outro problema congênito, excesso de coração, nossa Rã encantada e sentimental nutria sentimentos fortes e importantes por muitas fêmeas da espécie, ainda que em níveis diferentes. Todas elas se aproveitavam de sua fraqueza “masculina”: Era muito “mexível” a Rã.
*
Gostava muito de artes. Dialogava muito bem com artes de todos os tipos, o que lhe amenizava a tortura de seus 666 labirintos.
*
Era uma gracinha a nossa Rã: Tinha um exótico sexy appeal, apesar de se portar muitas vezes como uma criança boba e medrosa. Era uma Rã toda paradoxo...E quem não o é?
*
Aprendi muito sobre o amor quando a conheci: Também sobre paciência, intuição, pizza e saudade.
*
Mas há muito o que aprender ainda...aprendizado que também é tortura: Labirinto.
*
Sei que será muito feliz a nossa cavalheira, divertida, vaidosa, confusa, humana, chatinha, “cafajeste”,sentimental, artística, sexy, criançola, boba, medrosa, irritante e encantada Rã – independente do labirinto que vai percorrer, sozinha, a partir de hoje.
*
A Rã mais desencantada de todas que já conheci, sendo esse o princípio ativo do seu encantamento: Paradoxo alucinante que também mexe comigo.
*
Que o Deus anfíbio, o qual você não crê, te guarde sempre.
*
Um Beijo da autora do terceiro Blog mais acessado também no Reino Anfíbio.
*
Amanda.........
(19-20/09/2010).

Vendo boas idéias!

*Beijo me Gripa. Arquivo Pessoal. 19/09/2009.
...
"Mas tem muito bamba fazendo refrão...
muita água no nosso feijão, muita mandinga na minha oração".
(Recado. Versão Maria Rita, minha diva!).
...

Caríssimo Leitor,
***
Estes períodos de reorganização interna são estranhos, além de cansativos. Não tenho tido muita inspiração para escrever, o que é nítido pela ausência das colunas semanais. Também na Universidade. Não tenho dado conta de "endireitar-me" tal qual belo pau gostaria de ser, já me conformando com a possibilidade de que certos "paus-tortos" nunca endireitar-se-ão, permanecendo, dessa forma, eternos atrativos para crianças que fazem deles apoio para os mais diversos brinquedos.
***
Pode ser essa a nossa função social.
***
De qualquer forma, hoje acordei com uma aguda vontade de ler. Ao invés de permanecer deitada, até que a vontade passasse, como sempre faço, comecei a leitura do romance Coração tão branco (2008), Javier Marías, intercalando-a com alguns contos de Clarice e Borges, livros que comprei ontem após ser tomada por uma pulsão consumista pseudo-intelectual. Laços de Família (1960) e O Livro de Areia (1975 - Tradução de Davi Arrigucci Jr).
***
Também comprei um livro da Clarice para a amiga Paola, A Hora da Estrela (1977), e um outro sobre relacionamentos amorosos, cujo nome esqueci, para Silvia, aniversariante desses dias...(Parabéns!!!!!). Ah! Também comprei uma pequena antologia poética de bolso do García Lorca...(em Português).
***
Estou me sentindo leve. E isso é ótimo. Espero que Dr.Caramujo não pense ser isso uma crise bipolar, só por ter usado metade do meu salário comprando livros para meus amigos, para mim mesma e financiando tardes regadas à alcool com minhas amigas.
***
Não chega a ser uma pista de recomeço...porque toda vez que acredito recomeçar qualquer coisa, des-recomeço, sempre. Entretanto, desde ontem me vi cheia de boas idéias e isso me faz feliz...saber que apesar de tudo, restam-me boas idéias.
***
Vendo boas idéias!! Eu não tenho disciplina, não tenho boa sorte nos relacionamentos, mas tenho boas idéias que poderiam salvar a humanidade. Eu sei.
***
Ontem passei o dia bebendo com duas grandes amigas, no bar do Cabelo. Aquilo me fez tão bem, apesar da ressaca que ainda sinto e que quase me impede de assistir os quatro filmes desse fim de semana. Optei por fazer hoje só aquilo que gosto, isto é: ler, comer, ouvir e fazer só o que tenho vontade.
***
Como diz minha amiga Paola, "Hoje é Hoje; Amanhã é Amanhã".
***
Decidi que quero me apaixonar por outra pessoa. Decidi que voltarei a estudar e, apesar de todas as provas de que nunca conseguirei, vou me livrar dessa sina de atrasos. Viajarei mais...Ouro Preto, que amo tanto. Decidi fazer mil coisas, mas preciso de dinheiro para todas elas, ou de um mecenas que as sustente.
***
Comprei um jogo de Tarot. Outro. Pergunto ao destino sobre minha vida amorosa, profissional, sobre a vida de quem amo...sobre o presente, o futuro....se serei mãe, se morrerei jovem. As respostas são tão ruins, sempre cartas de Espada, que desisti de acreditar nessa coisa de destino.
***
Espero não ter vidência para Tarot.
***
Caso de fato a tenha, acho que desafiarei meu destino. Não posso ser tão infeliz, não seria justo...sou uma pessoa boa, por de trás da casca toda.
***
Um recado para uma pessoa que amo: Às vezes é preciso desafiar o destino, para se descobrir que ele é passível de modificações ao longo da vida. Como se fosse capaz de se desenrolar através de pequenos gestos, feitos com pouco querer:
Um encontro casual numa festa de massa, a qual nem você nem eu deviamos ter ido, mas fomos. Não significa mudar de idéia.
***
Estou ainda com aquela saudade...mas...não sei....assisti a um filme hoje que, embora não tenha NADA a ver com a situação prática, me fez pensar muito....chama-se "Educação" (An Education - um filme de Lone Scherfig, 2009).
Pensei em mim e numa amiga professora. Não indicarei o filme a ela: desconfiará de que passei mais um fim de semana fazendo coisa alguma, ao invés de ler as críticas, fazer o projeto, colocar minha vida no lugar que ela merece.
Alfred Molina está maravilhoso no filme, e sim: Sou Apaixonada por ele também!

Decidi que voltarei a estudar Inglês, além ou até mesmo antes de aprender Espanhol; ou concomitantemente, quem sabe. Há muitas coisas das quais já não me lembro.
***
Decidi certas coisas que não vem ao caso. Outras, não são ainda decidíveis, será preciso viver até o dia de descobrirmos no que vai dar...se é que dará em alguma coisa. Sei que vai. Porque sim.
***
Vendo boas idéias!
***
Obs: Desculpem pelo excesso de que's e vírgulas sem necessidade!! Mas hoje só farei o que gosto, ou seja: nada de correções, só erros...rsrs
***
Obs 2: Quem precisa de Lua quando se tem Maria Rita?

sábado, 18 de setembro de 2010

Carta de um contratado. (Literatura Africana - Antonio Jacinto).


*Liberdade. Foto de Paulo Fontes.


Eu queria escrever-te uma carta
amor,
uma carta que dissesse
deste anseio
de te ver
deste receio
de te perder
deste mais que bem querer que sinto
deste mal indefinido que me persegue
desta saudade a que vivo todo entregue...
...
Eu queria escrever-te uma carta
amor,
uma carta de confidências íntimas,
uma carta de lembranças de ti,
de tidos teus lábios vermelhos como tacula
teus cabelos negros como dilôa
dos teus olhos doces como macongue
dos teus seios duros como maboque
do teu andar de onça
e dos teus carinhos
que maiores não encontrei por aí...
...
Eu queria escrever-te uma carta
amor,
que recordasse nossos dias na capôpa
nossas noites perdidas no capim
que recordasse a sombra que nos caía dos jambos
o luar que se coava das palmeiras sem fim
que recordasse a loucura
da nossa paixão
e a amargura da nossa separação...
...
Eu queria escrever-te uma carta
amor,
que a não lesses sem suspirar
que a escondesses de papai Bomboque
a sonegasses a mamãe Kiesa
que a relesses sem a friezado esquecimento
uma carta que em todo o Kilombo
outra a ela não tivesse merecimento...
...
Eu queria escrever-te uma carta
amor,
uma carta que ta levasse o vento que passa
uma carta que os cajus e cafeeiros
que as hienas e palancas
que os jacarés e bagres
pudessem entender
para que se o vento a perdesse no caminho
os bichos e plantas
compadecidos de nosso pungente sofrer
de canto em canto
de lamento em lamento
de farfalhar em farfalhar
te levassem puras e quentes
as palavras ardentes
as palavras magoadas da minha carta
que eu queria escrever-te amor...
...
Eu queria escrever-te uma carta...
Mas, ah, meu amor, eu não sei compreender
por que é, por que é, por que é, meu bem
que tu não sabes ler
e eu - Oh! Desespero - não sei escrever também!
...
(Perfeito!)

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

ÓLEO DE PEROBA....



SALVE SALVE ÓLEO DE PEROBA!
Para pessoas de bom coração e cara de pau.
Eu?

Boa Noite!

ADRENALINA...


Rainha de Paus: "Mulher madura, amigável e honesta que traz sua ajuda...."
Não basta fazer as coisas como exige o protocolo; É preciso adrenalina! Ê Laiá...
Boa Tarde!

Para Cléo Pires.


Obrigada...rs...
Bom Dia!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Oráculo de Sofia responde...

*Uma estrela a desaparecer. Foto de Vieirinha.


Querido Leitor...
Quer uma resposta do Oráculo de Sofia? Escreva para: oraculodesofia@yahoo.com.br

De: N.L.Z. Para: Oráculo de Sofia
Bom dia!
...
Escrevendo para partilha as flores do jardim. Aqui estou eu exatamente as 00h e 42min, elétrica como se fosse às 10 da manhã, às vezes fico assim...
Mas não estou escrevendo para falar das minhas insônias e sim para partilhar as flores, já que estamos na primavera. Sofia no meio da bagunça da minha casa “vida” descobri que, tinha uma caixinha cheia de coisas boas bem lá no porão escondidinha. Nessa caixa encontrei a vontade e razão para continuar a travessia, nas palavras, gestos, olhares, cheiro das pessoas amadas que tenho em minha vida. Também encontrei um bilhete junto a uma caixa de ferramentas dizendo: ACORDA! A CASA ESTA UMA BAGUNÇA O JARDIM CHEIO DE PEDRAS E SÓ VOCÊ PODE ORGANIZÁ-LA! SÓ VOCÊ. DEIXA DE PREGUIÇA E VAMOS A LUTA! E aqui estou eu tentando arrumar a bagunça, “arrancando pedras e plantando flores”. Confesso que às vezes bate uma preguiça, mesmo detestando gente preguiçosa, rsrsrs. O caminho não esta nada fácil, mas estou a cada dia descobrindo que ele é muito belo. Sei que tem muita coisa para arrumar a casa ainda não esta como eu desejo, quando a gente fica muito tempo sem dar faxina é mais complicado mesmo. Você me inquietou com a fala de que eu ando com muitas bagagens para fazer a travessia. Não é que estou mesmo? Tem coisa que não é bom ouvir, mas necessário, sendo assim obrigada. É estranho como sinto você parte da minha vida, como temos historias parecida, como você me provoca a escrever, como anda me ensinando “a arte de sorrir cada vez que o mundo diz não”. Mistérios da vida, mistério divino. Agora chega né? Já falei demais, depois partilho mais a vida com você. Quem sabe ao vivo e a cores? [...].
...
...
...
De: Oráculo de Sofia. Para: N.L.Z.
Querida N...
Que bom que está encontrando o seu caminho! Em breve poderemos trocar de lugar, e você passará a responder aos meus emails, em vez d'eu responder os seus.
Um Beijo!
Oráculo...
Continue caminhando!

HUMOR: Terrivelmente Noel.


(A versão da Maria Rita dessa música é um suicídio: Não ouça! É linda...)
...

Quando o apito da fábrica de tecidos
Vem ferir os meus ouvidos
Eu me lembro de você
Mas você anda
Sem dúvida bem zangada
E está interessada
Em fingir que não me vê
Você que atende ao apito
De uma chaminé de barro
Por que não atende ao grito tão aflito
Da buzina do meu carro?
Você no inverno
Sem meias vai pro trabalho
Não faz fé com agasalho
Nem no frio você crê
Mas você é mesmo
Artigo que não se imita
Quando a fábrica apita
Faz reclame de você
Sou do sereno
Poeta muito soturno
Vou virar guarda noturno
E você sabe porque
Mas você não sabe
Que enquanto você faz pano
Faço junto do piano
Estes versos prá você
Nos meus olhos você vê
Que eu sofro cruelmente
Com ciúmes do gerente impertinente
Que dá ordens a você
(Três Apitos - Noel Rosa).
...

Amiga A diz: - Sofia...essas coisas só acontecem com gente da Letras. Já viu alguém das Engenharias sofrendo por uma história mirabolante, ou,ainda,chorando como uma criança?

BOM DIA!

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Tributo Noturno a Noel...

Jurei não mais amar pela décima vez
Jurei não perdoar o que ela me fez
O costume é a força que fala mais forte do que a natureza
E nos faz dar provas de fraqueza
Joguei meu cigarro no chão e pisei
Sem mais nenhum aquele mesmo apanhei e fumei
Através da fumaça neguei minha raça chorando, a repetir:
Ele é o veneno que eu escolhi pra morrer sem sentir
Senti que o meu coração quis parar
Quando voltei e escutei a vizinhança falar
Que ela só de pirraça seguiu com um praça ficando lá no xadrez
Pela décima vez ela está inocente nem sabe o que fez
Jurei não mais amar...
...pela décima vez!
(Pela Décima Vez - Noel Rosa).

Complexo de Tiririca.

Sua vida atual faz juz ao slogan Tiririca?
"PIOR DO QUE TÁ NÃO FICA!"?
Bem Vindo!

Dia 14 do mesmo mês...

*Arquivo pessoal.

Nossa, que dia lindo...

Vontade de fazer nada; só observar o céu...

Boa Tarde!