segunda-feira, 23 de maio de 2011

Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda XII

Cap XII: Férias de Sofia
...
Sou uma pessoa acomodada, até certo ponto: até quando sou desafiada pela vida ou circunstâncias...(só assim, na verdade! kkk). A partir de hoje, decreto férias para o Sofia de Buteco.
...
Voltaremos no dia 1° de julho, com novo layout, perfil, texto, monografia, cabelo, causas, amores, paixonites, devaneios, caninos, incisivos, trilhas e mapas (também astrais).
...
Duvidam? Aguardem...
Boas férias, querido leitor!


...
Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda.
Cap.XII: Férias de Sofia

Santa Morena - Jacob do Bandolim

Amanheci minha aurora


*Guardo sol dentro de mim. Por Marina Aguiar.


....
Estava com pressa, andando em passos compridos e uniformes, quando me pegaste de jeito o milagre. Quem va dizer, depois de coisa tão pequena e forte, que não é misterioso? O amanhã. Amanheci minha aurora. T*, inocente e alheio à maldade da vida. Como um pequeno broto no meio do asfalto, tão verde e bonito. Senti uma dor boa, dessas que te chamam pra vida, pro caminho mais demorado. Meu lugar não é aqui, de trás desse muro sem espinho, mas do lado de lá, junto.
Boa Noite!
...
"Como não ter Deus?! Com Deus existindo, tudo dá esperança: sempre um milagre é possível, o mundo se resolve. Mas, se não tem Deus, há-de a gente perdidos no vai-e-vem, e a vida é burra... Mas, se não tem Deus, então, a gente não tem licença de coisa nenhuma! Porque existe dor... E as pessoas não nascem sempre? O senhor não vê? Deus existe mesmo quando não há.
...
O senhor... Mire veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas - mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam. Vedade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra, montão. A força de Deus, quando quer - moço! - me dá medo pavor! Deus vem vindo: ninguém não vê! Ele faz é na lei do mansinho - assim é o milagre.
Digo: o real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para gente é no meio da travessia.
Eu queria decifrar as coisas que são importantes... Queria entender do medo e da coragem, e da gã que empurra a gente para fazer tantos atos, dar corpo ao suceder.
Viver é muito perigoso.... Querer o bem com demais força, de incerto jeito, pode já estar sendo querer o mal, por principiar. Esses homens! Todos puxaram o mundo para si, para consertar consertado. Mas cada um só vê e entende as coisas dum seu modo.
[...]
Gosto melhor, para a idéia bem se abrir, é viajar em trem-de-ferro. Pudesse, vivia para cima e para baixo, dentro dele. Informação que pergunto: mesmo no Céu, fim de fim, como é que a alma vence se esquecer de tantos sofrimentos e maldades, no recibido e no dado? Ai como? O senhor sabe: há coisas medonhas demais, têm. Dor do corpo e dor da idéia marcam forte, tão forte como o todo amor e raiva de ódio. Vai, mar...

Ver o luar aluminando, mãe, e escutar como quantos gritos o vento se fase sozinho.
Se viam bandos tão compridos de araras, no ar, que pareciam um pano azul ou vermelho, desenrolado, esfiapado nos lombos do vento quente.
Acho que o espírito da gente é cavalo que escolhe estrada.
[...]
Comigo as coisas não têm hoje e anteontem amanhã: é sempre.
E o menino pôs a mão na minha. Encostava e ficava fazendo parte melhor da minha pele, no profundo, como desse a minhas carnes alguma coisa. Era uma mão branca, com os dedos dela declidados. "Você também é animoso..." - me disse. Amanheci minha aurora.
O que eu guardo no giro da memória é aquela madrugada dobrada inteira: os cavaleiros no sombrio amontoados, feito bichos e árvores, o refinfim do orvalho, a estrela-d´alva, os grilinhos do campo, o pisar dos cavalos e a canção do Siruiz. Algum significado isso tem?... Aquele dia tinha sido forte coisa.
Eu não sentia nada. Só uma transformação, pesável. Muita coisa importante falta nome.
Assim eu ouvi, era tão singular. Muito fiquei repetindo em minha mente as palavras... E ele me deu a mão. Daquela mão, eu recebia certezas. Dos olhos. Os olhos que ele punha em mim, tão externos, quase tristes de grandezas. Deu alma em cara. Adivinhei o que nós dois queríamos - logo eu disse: "Diadorim... Diadorim!" - com uma força de afeição. Ele sério sorriu. E eu gostava dele, gostava.... Aquele dia fora meu, me pertencia. Sertão é isto, o senho sabe: tudo incerto, tudo certo.
O que eu vi, sempre, é que toda ação principia mesmo é por uma palavra pensada. Palavra pegante, dada ou guardada, que vai rompendo rumo.
Esta vida está cheia de ocultos caminhos. Deus governa grandeza."
(Guimarães Rosa. Grande Sertão: Veredas).

Amor em tempos de melancolia.

* Por Clara Calambur.
...

Meus dragões sempre foram moinhos de vento. Quando criança, ganhamos um pé de coelho numa quermersse da igreja a qual frequentávamos, um inofensivo amuleto, pé de coelho! Pois tal artefato era motivo do meu horror e danação; dos 3 aos 8 anos, sempre que via o tal objeto tinha uma crise de pânico tão estranha, gritava, chorava, escondia-me do pé de coelho - tão branco - como se a presa fosse eu e o coelho sem pé, ou pé de um então coelho, o predador.
...
Valorizo muito essa coisa de vida amorosa, até mais do que devia. Não acho que seja como muitas mulheres carentes (embora todos nós o sejamos) que atribuem ao outro a felicidade de suas vidas; não é isso. Também não acho que sexo seja tudo. Passo longos períodos sozinha, e o fato é que convivo bem comigo mesma, gosto de mim e da minha companhia. Mas a partir do momento em que você se interessa por alguém, apaixona-se, ama, ou diabos, e aquilo não pode dar certo por algum motivo karmico....aí sim, sinto vontade de inexistir. Não há nada pior que o peso das lembranças, da saudade, e daquilo que poderia ter sido e não foi. E a certeza de que no fundo você esteve ali sozinha, amou sozinha! Não faz sentido outra coisa que não isso: perder uma pessoa por comodismo circunstancial é muito sério. Só deixaria que isso acontecesse aos relacionamentos triviais, o que não me move o suficicente pra mudar uma cadeira de lugar.
...
É a terceira segunda-feira que acordo mal. Tudo seria perfeito se eu não fosse eu, se não houvesse exigência, mas eu sou eu, e a exigência é equivalente ao valor das coisas. F*d*-s*.
...
Espero que passe logo. "Meu amigo" precisa de um tempo pra se reorganizar das coisas que viveu ou acha. Homens sempre precisam dessas coisas, desde o princípio, como quando Adão disse à Eva após o episódio do fruto proibido:
...

אני צריך קצת זמן. הדבר הזה מעל עם התפוח של האנרגיה שלי, אני צריך לחשוב מה אני רוצה או לא רוצה, עדיין לאיודע.
...
Acho que somos tentados a nos encantarmos pelo proibido. O pé de coelho que me amedrontava habitava uma caixinha no fundo do guarda-roupas de minha mãe. Quando não tinha o que fazer, eu o procurava, apenas pelo prazer do medo. O proibido quando desnuda-se frente aos olhos, exigindo outro tipo de postura, compromisso, modifica-se: finda-se o desafio, a caça, a conquista. Um dia, dei-me conta de que o pé de coelho não passava de um pedaço alheio de qualquer coisa, insignificante e nulo. Ainda era ruim a sensação de tê-lo entre os dedos, tentadora, mas já podia evitá-la racionalmente, porque já havia ganhado-o.
...
As pessoas, inclusive eu, perguntam-se sobre o significado dos sentimentos. A diferença entre um e outro. Já ouvi muitas definições de amigos, amigas, rolos, namorados; para mim, no entanto, hoje sei que cada um de nós sente as coisas de modo diferente, baseado nos outros lugares por onde andou, outras vidas que se viveu. Podemos nos apaixonar muitas vezes na vida, mas nenhuma é como a outra, porque cada indivíduo, tempo e relação é diferente e único. Há relações que nascem à primeira vista. Na idade adulta, vivi exatamente isso com um dos meus ex´s, aquela sensação arrasadora de que "é ele". Também já vivi relacionamentos baseados numa atração física e intelectual, admiração e respeito muito grande - o que eu denomino de "gostar", mas que acabaram em amizade; faltava-nos química, embora seja ele uma das pessoas, senão a melhor pessoa que eu conheci nesta encarnação (...e que está cada vez mais bonito...embora tenha namorada agora..hehe). E claro, por fim, há aqueles relacionamentos os quais você não espera nada...sabe que a pessoa não é aquilo que você busca, da uns beijinhos aqui e ali e acha que não vai se envolver, que não pode, que não sei que, até que de repente você se dá conta de que o fdp já é parte da sua vida.
...
Parte, mas não todo. Ainda assim uma parte importante, como um dedo do pé, parte pequena do corpo. Conheço pessoas que nascem com dedos a mais, outras com dedos a menos. O que importa isso para o nosso texto? Nada!
...
Conheci um rapaz outro dia que ficou com duas mulheres "ao mesmo tempo", numa festa. Perguntei a ele o porquê de ter feito isso, ele respondeu "estava bêbado, desculpe". Eu ficaria com esse cara, numa dessas festas, apenas pela sinceridade óbvia da sua fala. A gente tenta explicar certas coisas que acontecem por falta ou excesso de vontade, quando o simples seria mais fácil de compreender.
...
"Carro apertado é que canta", poderia ter dito minha avó, embora nunca o disse. Seja amar, gostar, apaixonar-se, ou como diria Adão,
מין , importante mesmo é o sentimento que extrapola o abstrato, comprometendo-se com o objeto de amor. Sentimento real é aquele que move as coisas reais por falta de escolha, muda os móveis de lugar, constrói e olha na mesma direção. Qualquer coisa inferior a isso pra mim já não basta. Sim, existem as circunstâncias. Nunca poderei realizar um dos maiores sonhos da minha vida, infelizmente, que é ser padre, visto que nasci mulher, e a vida o quis assim, sabiamente. Também as circunstâncias temporais, como por exemplo, o fato d'eu não poder ir a um show do Carlos Gardel, porque ele morreu há setenta anos; ou, ainda, eu não poder me relacionar com um legítimo japonês, do Japão, pela impossibilidade linguística e de locomoção. Dessa forma, concluo que há sim casos em que as circunstâncias são mais aterradoras que os sentimentos.
...
Enquanto não encontro o homem da minha vida, isto é, homem dos meus próximos cinco anos, alugar-me-ei para o dia dos namorados. Aceito presentes, dou presentes, chamo de meu bem, falo que amo, durmo de conchinha. Frat gratuito apenas para Viçosa, Belo Horizonte e região. Interessados? Deixem comentários.
...
Bom início de semana, leitores melancólicos...(como Bardem em Amor em tempos de cólera, ou Darth Vader em Star Wars, que preferiu se render a filhadaputagem a suportar o peso da memória do que não deu certo).

domingo, 22 de maio de 2011

Fafa LEMOS

Rita, querida...

*Macumba. Foto de Mateus Reis.
...
Ao som de Fafa Lemos...
...
Rita, querida:
...
Como estão as coisas do alto? Cá estou em mais um domingo de maio, mais um maio de um ano ímpar, como deve ser. Escrevo-te das longínquas terras sul americanas a fim de vos perguntar o óbvio:
...
Seria o Galpão um espaço urucubatizado especialmente pra mim? Haveria eu açoitado algum grupo de cristãos novos, ibéricos ,na minha vida passada, e trancafiado-os a ferro e fogo num antigo galpão, o qual tornar-se-ia, seis séculos depois, o Galpão Viçosa? PQP Ritinha! Vamos combinar que assim não dá...a cena foi tão bizarra que lembrou-me, bem você sabe; queria rir, mas ando tão seca, tão assim assim, que apenas suspirei e acendi um cigarro...pensando "isso é sinal, sinal de que esse lugar somado àquela cartilagem hióide e esse telefone não foram feitos pra mim".
...
Rita, traga-me um bom dia com boas notícias. O despacho é por conta do caboclo, não se preocupe.
...
Amém.
....
22-maio: Dia de Santa Rita de Cássia.

sábado, 21 de maio de 2011

Segura no meu chomsky?

- Segura no meu chomsky?
- Saussure
for agora!
...
Da série: Sim! Eu faço Letras.

Bakhtin forte meu coração...

Meu coração ainda bakhtin forte por você...
...
Da série: Sim! Eu faço Letras.
Boa Tarde

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda XI

Amigos,
...
Infelizmente não pude colocar todos os textos que me enviaram, e também tive que fazer algumas adaptações. Mas agradeço a todos que escreveram, de coração: Rebeca, Raquel-Grampola, Sílvia - cabrita, Lupita, Débora-chata (rs), Dani-CUB-forever, Mirele-nega, Leandro, Léo, Taiã, Thaynã, Athila, Robson, Pe. Ricardo, Pe. Hilário Dick, Lalá-CUB-forever, Bruno-iê, Maikeli-fofíssima, Iarita, Gláucia-Maria, Dayanne, João, figurantes da monografia. Algumas partes foram suprimidas porque, enfim....sou moça de família ainda, né gente? Imprimi todos os relatos, muito obrigada mesmo! A versão final, infelizmente com 2500 caracteres, ficou assim:
...

Olhos oblíquos e dissimulados, um mito, pois não sei como um ser humano consegue ser tão cara de pau de atrasar 40 minutos p/ uma aula que dura uma hora e meia. Cheia dos trejeitos, modos até afetados, não sabe dar uma patada quando preciso, apieda-se, tal madre Tereza. A vida muitas vezes fez Amanda cair do cavalo, mas ela levantou-se rápido, tudo nela parece que dói mais, contudo ela possui sabedoria bakhtiniana da carnavalização para consolar-se de seus males. Jamais esquecerei das vezes que brincávamos no DLA de Qual é a Música iê. Sempre apaixonada, eterna bailarina, guardo-a em uma caixinha de música que chamo coração. Amanda significa digna de ser amada, mas vamos falar sério agora!“Amor, por favor, não desligue o telefone, eu sou sua mulher e você é o meu homem”. É mais conhecida como libertadora, a que auxilia alguns meninos perdidos por esses armários da vida. Amanda estava super sã no Mais louco que o Batman. Indo embora, eu estava quase carregando-a e a bonitona foi pro meio da avenida andar na faixa, mucho louca. Veio um carro e o cara gritou: %#. Quem era?O papai dela! Pra pagar mico com minha família ela não precisava beber muito: um dia, sóbria, ficou cantarolando músicas italianas no banheiro enquanto meu pai ria loucamente na sala. “Amanda procurava por salvação, mas tudo que encontrou foi cigarros e álcool.” O conceito de louca foi feito pra ela, quem joga café no próprio PC outra coisa que não é. “Cuidado, ela é beijoqueira!”. Tem um leque de opções de fazer inveja à Madonna, nutre fetiche por morenos, brancos, roqueiros, sambistas. Mas nada a deixa mais inquieta que conhecer um gay. O defeito mais visível da Amanda é a indiscrição. Somos do mesmo estado, estado de espírito baseado em rituais como beber daime, fumar, comer cigarro e o amor a terra. Quem diria que um ex seu pudesse fazer de nós amigas! Apesar de vc ter um mal gosto danado pra homens e ser bem doidona, falar demais, adoro vc, a vaquinha da minha vida! Vidente como segunda opção de carreira. Vai ser madrinha de casamento do único casal ruivo da universidade somente por ter feito o prelúdio do relacionamento dos dois. Na hora do brinde do casamento, ela o fará recitando versos em espanhol. Isso somente porque gosta de conhecer novas línguas. Conheceu muitos tipos de variedades do português na sua vida universitária: o nerdês, bichogrilês e bixês foram as variedades que ela mais estudou! Amanda, flor de maracujá, de tão amar se torna mais amada. Cuidado com sorvete de Kiwi!

...

Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda.
Cap.XI: Versão final biografia


quarta-feira, 18 de maio de 2011

Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda X

"Oportunidade é igual coceira no nariz, quando aparece você está com as duas mãos ocupadas."

...
Faltam 26 dias, pelas minhas contas....
(Na verdade faltam menos, do ponto de vista lógico, mas eu ainda confio na minha sorte.. =)
...
Que Deus me ajude! (e o Diabo também - piada interna).
....
Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda.
Cap.X: F*d*d*!

Lara e sua primeira DR

segunda-feira, 16 de maio de 2011

A calma do mundo

Sou um animal sentimental
Me apego facilmente ao que desperta meu desejo
Tente me obrigar a fazer o que não quero
E você vai logo ver o que acontece.
Acho que entendo o que você quis me dizer
Mas existem outras coisas.

Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade,
Tudo está perdido mas existem possibilidades.
Tínhamos a idéia, mas você mudou os planos
Tínhamos um plano, você mudou de idéia
Já passou, já passou - quem sabe outro dia.

Antes eu sonhava, agora já não durmo
Quando foi que competimos pela primeira vez?
O que ninguém percebe é o que todo mundo sabe
Não entendo terrorismo, falávamos de amizade.

Não estou mais interessado no que sinto
Não acredito em nada além do que duvido
Você espera respostas que eu não tenho mas
Não vou brigar por causa disso
Até penso duas vezes se você quiser ficar.

Minha laranjeira verde, por que está tão prateada?
Foi da lua dessa noite, do sereno da madrugada
Tenho um sorriso bobo, parecido com soluço
Enquanto o caos segue em frente
Com toda a calma do mundo.
(Sereníssima - Legião Urbana)

A porta do meio


*caminho a seguir. Foto de Ana Novo.
...
Bom dia.

domingo, 15 de maio de 2011

El Efecto & Nicolas Krassik - La Bohème


Arregaçando...
Boa noite!

Fortuna?

.

O fortuna,
Velut luna
Statu variabilis,
Semper crescis
Aut decrescis;
Vita detestabilis
Nunc obdurat
Et tunc curat
Ludo mentis aciem,
Egestatem,
Potestatem
Dissolvit ut glaciem.
(Carmina Burana - O fortuna)
É...
...
Quando criança, minha mãe dizia que ao rirmos muito ao longo do dia terminamos o mesmo chorando. Lembro-me que sempre dizia isso no momento de dormir, quando me obrigava a ir para cama; eu, ainda pequena, sempre tinha um ataque de riso endemoninhado naquele instante, embora nunca houvesse motivo racional que me levasse a fazê-lo. Achava dormir engraçado?
...
Minha mãe me ensionou muitas coisas na vida, aliás, algumas delas bem estranhas, como por exemplo, a jogar Tarot com 10 anos e rezar algumas orações "exorcistas", as quais nunca esqueci:
...
"Retira-te satanás, parte de mim não terás, tu és de ferro, eu sou de aço, tu és o demônio, mas eu te embaraço com o poder de Deus pai todo poderoso". outra: "Diabo, antes de ti nascer Cristo nascido já era, dobra teu joelho no chão, acalma-te cão e leão"
...
Resumindo: minha mãe é muito figura! rsrs. Também me ensinou a rezar o terço, ir à missa, toda uma educação católica que caía por terra, paradoxalmente, com essas coisinhas atípicas que ela trazia em sua cartola ( ainda traz).
...
Tudo isso pra dizer o seguinte: a vida é uma loucura. Perdemos tempo com coisas que passam; deixamos passar coisas que não devíamos; e, ao mesmo tempo, nunca distinguimos ao certo uma da outra, aquilo que é ou está. Hoje estamos felizes, amanhã em prantos; hoje aqui, amanhã lá. Hoje perdemos, amanhã ganhamos; ontem ganhávamos, hoje já não nos importamos; hoje sofremos, amanhã radia-se alegria pelos poros.
...
Acaso, Liberdade ou Fortuna?
...
Conversava com uma pessoa quem dizia não saber o que quer - da vida. Na verdade, quem de nós o sabe? E quando sabe, quem de nós conseguimos com exatidão aquilo que se quer? Observo as vidas que eu poderia ter tido (porque todos nós poderíamos ter tido várias outras vidas, caso tivéssemos feito outras escolhas, ou houvessem escolhido diferente por nós) e chego a conclusão de que hoje sou aquilo que quero, mas que ainda amanhã eu já não serei mais, isto é, estou numa transição que me leva para não sei onde, tirando-me uma série de seguranças, desejos, felicidades, sonhos, certezas, exigindo-me uma maturidade por vezes desconfortante. Talvez tivesse sido diferente, mas eu não sabia.
...
Estou cansada. As coisas poderiam ser mais didáticas, não?
....
É...acho que preciso de um bom "sorvete de Kiwi" - como sugeriu um amigo.
...
Boa Noite.

Santo Lítio de cada dia

Essa coisa de bipolaridade f***.
Mesmo tendo uma bipolaridade atípica, visto que levo uma vida mais que normal, e só tive uma crise até então, há quase cinco anos, qualquer coisa que me acontece tira por completo minha capacidade de concentração .
...
Ontem foi assim, após receber a notícia postada abaixo. Não dormi, e ainda acordei mal, com uma cólica intensa, mal estar, dor de estômago e todos os pormenores que isso evoca. Ainda ontem estava tão feliz, cheia de expectativas para o fim de semana...é: "viver é perigoso".
...
Uso a bipolaridade como desculpa para as tristezas óbvias. Nunca me permiti isso, mas ultimamente, vez ou outra, sempre penso na possibilidade de tirar umas férias de mim mesma, alegando uma crise. Mas meu superego ainda não me permite tamanha mentira.
...
"Por isso é que eu penso assim
Se alguém quiser fazer por mim
Que faça agora."
(Nelson Cavaquinho - Quando me chamar saudade).
...
Bom dia?

sábado, 14 de maio de 2011

Luto


"Here I am again,
Overwhelming feelings
A thousand miles away
From your ocean home
Part of me is near
(Nixons- sister)"
Ronaldo Pereira Figueiredo (1993-2011).

É...mais um dos nossos.
...
Ronaldo era um jovem como tantos outros, e por ser assim muito especial. Fazia o primeiro período do curso de Letras - curso que gostava de fato, como demonstrou nas poucas vezes em que conversamos. Ao descobrir que era sua veterana, pediu qu'eu desse olhada num conto que tinha a intenção de publicar, caso passasse num concurso literário que ocorreu por aqui recentemente.
...
Sempre nos víamos no DLA e puxávamos uma prosinha um com outro: futebol, professores carrascos, professores bonzinhos, festas de Viçosa, alojamento, seminários de cultura clássica. Disse-me uma vez que entrou na Letras porque queria aprender a escrever bem, almejava ser escritor. Engraçada essa sintonia; quando entrei aqui tinha o mesmo objetivo: aprender a escrever, a fim de tornar-me escritora. O que seria da vida sem sonhos?
...
Ronaldo sofria do coração. Faleceu há poucos dias devido a um infarto. Só vim a saber hoje, há pouco, através do belíssimo texto da calourinha Mari, disponível no Blog "mínino do máximo": http://minimodomaximo.zip.net/ - confiram.
...
Desejo paz a família e certa conformidade necessária para tornar suportável aquilo que de fato nunca será. Sempre haverá a saudade, a dor, o medo, mas na medida que os dias passam, é como se Deus colocasse sobre o coração de quem fica uma espécie de curativo, anestesia, véu.
...
Quanto ao Ronaldo - grande escritor e apaixonado por futebol - que continue sua trilha do lado de lá, em meios aos campos, livros, palavras e sonhos.
...
Acho que não há o que dizer. Vou fechar esse post com um texto do próprio Ronaldo....
...
Aproveite para dizer qualquer coisa de bom a quem você ama, leitor que fica, independente de quem seja.
...
...

R9, TODO MUNDO SABE, O HOMEM-GOL

Sou Ronaldo
Muito prazer em conhecer
Eu sou Fenômeno Ronaldo
E quero muito agradecer a Deus
Por ter me escolhido no meio de tantos
Igual a todo brasileiro, eu sou guerreiro
Às vezes caio, mas eu me levanto, mas eu me levanto

Sou Ronaldo
O desafio sempre esteve
E estará em minha vida
E eu já nem me espanto

E se o mundo é uma bola
A gente tem que entrar de sola
Pra ganhar o campo

Eu não me intimido e parto pra cima
A nove é minha, ninguém tasca eu vi primeiro

O meu desejo é ser criança
E não perder a esperança
De ver o jogo mudar

Eu sou Ronaldo
A minha fome é de bola
A minha sede é de gol
Balança a rede, eu sou Ronaldo

Sou de suar minha camisa
Conquistar minha divisa
Eu já provei que eu sou Ronaldo

E se você não acredita
Que eu não sou de fazer fita
É só esperar pra ver

Rooooooooo-naldo é gooool
Rooooooooo-naldo é gooool

E quando o tempo é de Copa
Os gringos ficam ligado
Mais de 170 milhões são Ronaldo
R9, todo mundo sabe, o homem-gol

Tu é Ronaldo, o Brasil é e eu também sou
Qualquer problema, meu cumpadre tiro de letra
Tô sempre pronto, já ouviu? A pátria tá de chuteira
Perrengue a gente passa, eu nunca tô de bobeira

A bola quica
Eu pego ela de primeira
Ronaldo é gol
Ronaldo é gol

...
"What is essential is invisible to the eye" - Ronaldo Pereira Figueiredo.

Quando eu me chamar saudade - Nina Becker (SOM BRASIL - NELSON CAVAQUINHO

Campanha Sofia de Buteco em marcha: Volta Leão!

"Volta! Vem viver outra vez ao meu lado..."
(Fábio Jr. Volta).
...

Campanha Sofia de Buteco em marcha: Volta Leão!
...
Saudades do Leão nosso de cada quarta-quinta-sexta-sábado?
A ausência do Leão também tem sabotado sua vida social?
Saudades da torta de frango, do forró, do complexo Leão (ted´s, chorinho, rua, leão, calçada...)?
...
Deixe seu nome completo nos comentários desse Post a fim de que os enviemos às autoridades Viçosenses.
...
Quantas noites não durmo
A rolar-me na cama
A sentir tanta coisa
Que a gente não pode explicar
Quando ama...
(Volta- Fabio Jr.)

Eu bebo sim

Drops of love

*Drops of love. Foto de Bruno Abreu.
....
"...dentro dos meus braços
Os abraços hão de ser milhões de abraços
Apertado assim, colado assim, calado assim
Abraços e beijinhos, e carinhos sem ter fim
Que é pra acabar com esse negócio de você longe de mim
Não quero mais esse negócio de você viver sem mim"
(Chega de saudade - Tom Jobim).
...

Hoje vai ser um bom dia =)
Dia bom a todos!


sexta-feira, 13 de maio de 2011

A mãe da noiva e o pingüim

A Matilde.
...
Não foi o caso de um encontro marcado, mas lá estávamos ambas no mesmo chão. Era tarde de maio, mês das noivas, e antes de que me dissesse qualquer coisa, pensei no quanto sofria, ainda que fosse de alegria, o fado, como é o coração das mães essencialmente mulheres.
...
Quando conheci a noiva, e a mãe da noiva, tinha apenas 18 anos. Irritava-me uma série de coisas naquela época, como por exemplo, o estreito corredor que separava nossas vozes e vidas, sempre captadas pela curiosidade e silêncio alheio. Tenho medo de que cuidem do que só a mim interessa, e é por isso que não me dou o trabalho de ser discreta: peco pelo excesso e sempre foi assim, desde que nos mudamos e encontramos-nos vizinhas. De lá ou de cá, um corredor e um susto, sempre a leitura do outro a partir do que se escuta pela metade no pequeno espaço - a fronteira do portão.
...
Havia uma foto da noiva no mural, quando inventamos nossa amizade. A noiva não era noiva, ainda, mas eu já era avessa à casamento. A loira, a morena e eu - nem parda nem negra, talvez amarela pela falta de sol. Loira é a noiva. Vivi. Bonita e doce, como as mulheres Viçosenses. Um dia escutei uma voz vinda de não sei onde, a que me habitou por segundos dizendo como se fosse Antônio, o santo: - Viviane vai se casar antes de você. Antes de você Viviane vai se casar. Casar-se-á Viviane, antes de você. Estranho foi o momento epifânico. Viviane não namorava, na verdade nunca o fizera, e passávamos longos momentos rindo da nossa falta de sorte pra essas coisas tão doces (porque eu havia terminado o namoro na mesma época).
...
Mas foi tão precisa minha intuição que não me espantei quando no mesmo dia, do lado de lá, uma criatura interessante disse-nos com certo despeito: - Viviane está namorando um rapaz. Eu, também profetiza naquilo que não me compete, disse: - Pois eu te garanto: ela vai se casar com ele, e eu sei porque senti isso hoje de manhã, quando olhava uma foto dela.
...
"Viviane vai se casar antes de você" - disse a voz, fazendo-me crer, se não fosse meu desatino, que o aviso também era pra mim, que me casarei logo depois de minha querida amiga-vizinha-Vi. Mas já não creio em tudo o que escuto do além-fronteira. Só os vivos me interessam desde então.
...
Pois bem. Na tarde de hoje, quando chegava de qualquer lugar, deparei-me com tal mulher fumando um cigarro em frente à porta de sua casa. Aquela cena quebrou-me o coração de tal forma, que ofereci-me para fumar a seu lado, eu que nunca fizera isso nesses sete anos de vida compartilhada.
...
- Ela não está nervosa. Mas eu acordei com a cara vermelha, cheia de manchas...o pai? rs... Sei que ele é um bom moço, que a ama, e é dos nossos, simples como a gente.
...
Cortou-me o coração. Não sei bem o que, se foi o "simples como a gente" , "dos nossos", ou a falta de jeito do pai que estaria por perder a filha e ganhar um genro, alguns netos, pequenas discórdias diárias e uma felicidade tão grande, ao mesmo tempo, dessas que só a simplicidade é capaz de trazer. Imaginei a sensação do encontro, o pai da noiva diante do genro, entregando-lhe a filha-única no altar, loira, linda, doce - enquanto a mãe, em lágrimas, recordava o momento do parto e a dor.
...
Porque amor é também dor.
...
Minha vontade foi de abraçá-la, como se fosse minha mãe, mas não o fiz por medo e excesso de espelho: gosto de observar de longe o amor que une as filhas às mães, corredor tão estreito, da espessura de um cordão umbilical, invisível e eterno.
...
- Eu não esperava que ela fosse se casar....engraçado, né? - disse a mãe, com medo da felicidade.
- Pois é, eu esperava, ela te contou? - disse orgulhosa, aludindo ao estranho episódio da foto do mural, o que ficava na parede do meu quarto anos atrás.
...
A casa da noiva é linda. Enquanto visitava-a, na ausência da protagonista, eu, figurante, recebi a deixa que já esperava, com certo mal estar...
...
- E você, Amanda? Quando vai casar?
- Eu? ahh...Matilde.... (encenei um bocejo para ganhar tempo) .... eu acho que não caso não, viu? (fiz um riso forçado suplicando desconversa)...vá saber?
....
Havia um pingïm sobre a geladeira. Pinguins me lembram qualquer coisa de amor eterno, visto que instintivamente tais animais, ou certas espécies destes, mantém o mesmo parceiro ao longo de toda vida. Gosto de pensar nisso, às vezes.
...
Que seja eterno o amor da noiva para com o noivo, e vice versa. Que seja doce, o amor, e a frutificação que há de se ter a partir do encontro, quase nunca marcado, mas que ocorre aos seres iluminados e escolhidos pelo acaso. Que a felicidade seja eterna e tão grande como o coração da mãe da noiva, sem fronteira ou corredor; que seja feliz a mãe da noiva, e forte suficiente para suportar a dor da perda, perda que vai para produzir ganho, como acontece aos homens e pingüins. Áqueles por escolha, e a estes por sorte.
...
Felicidade!

Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda IX










Agradeço aos amigos que puderam comparecer... (e pelo que escreveram, apesar de nem tudo ser verdadeiro, logicamente...). Se mais alguém quiser enviar algum textículo, pode mandar para o meu email até o dia 18 de maio. lilith_girassol@yahoo.com.br
...


Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho:
Diário de uma Formanda
.

Cap. IX: Fotos Biografia!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda VIII

Religiosa?
Revolucionária?
Charmosa?
F**?
Equilibrada?
Drag?
....
Biografia da Amanda....
....
...porque o nosso passado quase sempre nos condena!
...




Recado para meus amigos:

Gente, vou fazer minha biografia amanhã, às 21:40 no Bar do Helinho. Quem aparecer terá o direito de nos pagar uma caixa de cerveja...(...tempos difíceis). Quem não puder ir, e quiser escrever algum textículo, pode mandar para o meu email pessoal: lilith_girassol@yahoo.com.br
Um beijo!
....
Engoli o orgulho, saltei o pedregulho, resolvi o marulho, comi o sarrabulho, escrevi o bagulho, de beca eu tô em julho: Diário de uma Formanda.
Cap VIII: Biografia (ou o passado quase nos condena!).

Casamento Gay, Teologia, Literatura e Café Tacvba.

Foi legalizado há poucos dias o casamento gay no Brasil pelo Superior Tribunal Federal. Segundo o site Gnotícias:
...
"A decisão cria um precedente nacional onde juridicamente gays podem se casar no Brasil, tendo sua união estável reconhecida pela justiça, garantindo direitos comuns a casais heterossexuais como pensão, herança, comunhão de bens e previdência. A decisão também deve facilitar a adoção de crianças por duas pessoas do mesmo sexo, reconhecendo então como família gays".
...
Apesar da não ocorrência de protestos formais, não é preciso dizer que a decisão jurídica ocasionou certa indignação para algumas pessoas e instituições. É aqui que queria chegar.
...
Acho que a postura da Igreja no sentido de valorização e cuidado da família por parte do Estado é muito sábia. Há poucas horas lia a nota da CNBB lançada como resposta à legalização da união homoafetiva, e por incrível que pareça achei o texto bastante coerente com os valores católicos, isto é, embora imagine que aqueles velhinhos devam estar se retorcendo em suas poltronas, do ponto de vista do discurso achei o texto até delicado, embora ideologicamente católico.
...
Não sou exegeta, e morro de inveja de quem é. Morro de inveja de padre, todos os meus amigos padres sabem disso: se fosse homem seria padre, psiquiatra, escritor e gay.
...
O sonho da minha vida é ser capaz de fazer uma interpretação pura e genuína do texto bíblico. Para isso, teria que saber minimamente aramaico, hebraico, latim, grego, ou seja: preciso tirar meu cavalinho da chuva. Mas, apesar disso, gosto de me arriscar nas interpretações.
...
Em Gênesis 27, 1, tem-se: "[...]Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher." Ainda em Gênesis, capítulo 2, versículo 24: "...por isso o homem deixa o seu pai e sua mulher para se unir à sua mulher e já não são mais que uma só carne." Essa referência "imagem de Deus" pode nos dar margem a muitas interpretações. Para mim, ser imagem e semelhança de Deus significa que todo sujeito, independente da crença, cor, raça, orientação sexual, time de futebol, quantas pessoas matou ou amou, é divino. Nada me tira da cabeça que cada um de nós é também Deus, na medida que também é alma, espírito, intuição, cosmo, amor, mistério. Desde pequena tenho uma intuição assustadoramente forte, e acredito que todas as pessoas, em maior ou menor escala, de acordo com fatores culturais, sociais, têm nelas mesmas mecanismos do divino, como se o Espirito Santo fosse na verdade todo o Espirito que habita o homem, por ser feito da "matéria" de Deus. Deus é isso, o que está dentro da casca.
...
Logo, sermos imagem e semelhança de Deus não faz da homossexualidade um "pecado". E sim, Deus criou o homem e a mulher, este trecho não faz menção à orientação sexual destes. Em seguida, fala-se da fusão do homem à mulher; a união que faz deles uma só carne. Do ponto de vista da Igreja, da família padronizada, idealizada, a união heterossexual, bem como o sexo depois do casamento, teria o objetivo da procriação. Esse trecho pode fazer alusão a isso, caso seja lido por um leitor católico, evangélico, testemunha de Jeová. Para mim, no entanto, pode até ser que ele faça alusão a isso, mas não anula a possibilidade de que existam outras uniões, por exemplo.
...
O fato é que o texto bíblico foi escrito sob a égide de um povo, uma cultura, um contexto. Não foi Deus quem o escreveu com sua pena de ouro; ele pode até ter inspirado o sujeito quem escreveu o Livro de Gênesis - e eu acredito que sim, porque um texto tão brilhante e milenar só pode ter parte com o sagrado - mas ainda assim, foi um sujeito de carne e osso quem o compôs, à luz de uma cultura temporal . Dessa forma, eu não faço idéia do que a cultura judaica da época - em constante contato com outros povos, diga-se de passagem - tinha como valor em relação à homossexualidade, mas é preciso entender que certos valores sociais mudam com passar dos séculos, e o que era comportamento ontem passa a ser rejeitado ou apropriado pelas sociedades posteriores.
...
Por exemplo: desde que o mundo é mundo existe homossexualidade. Existem documentos egípcios anteriores a Abraão que registram práticas homossexuais entre os homens e os deuses Seth e Horus. Os Gregos, como sabemos bem, viviam numa sociedade bissexual. Dessa forma, a cultura homoerótica já existia há tempos, mas passou a ser recriminada na medida em que a sociedade ocidental adquiria um caráter monogâmico: não haveria funcionalidade no homossexualismo, haja vista a impossibilidade de procriação. Mas tudo isso é transmutável, ainda que numa dinâmica muito lenta. São coisas modificadas de acordo com interesses temporais e materiais. Portanto, não é o fato do relacionamento homoerótico não ser uma prática aceitável há 2, 4 mil anos, que se pode usar isso como desculpa a fim de não dar crédito aos direitos da comunidade gay. A história trabalha com uma perspectiva de ruptura e continuidade, que faz do homem um sujeito sempre em evolução; o texto bíblico, embora "inspirado" por Deus, sujeita-se a um tempo histórico, como tudo o que é humano e por consequência passível de renovação.
...
(embora o texto bíblico, como texto literário que também é, seja infinito e aberto).
...
O segundo ponto é que ninguém escolhe ser gay. Ninguém escolhe ser motivo de chacota na escola, motivo de exclusão e por vezes agressão; ninguém escolhe por vontade própria o caminho mais difícil. Acredito que "a pessoa é para o que nasce". Logicamente que se tem hoje em dia uma espetacularização bizarra da cultura gay, o que pra mim é uma descriminação enrustida. Beija-se aquém sem olhar a quem; consome-se cultura gay como se fosse água. Mas ainda assim, o sujeito não escolhe, no meu ponto de vista, ser ou não ser, como também sucede aos heterossexuais. Ninguém escolhe aquilo que se é.
...
Por fim, e mais importante, o amor. Quem de nós tem o direito de rotular e padronizar a expressão amorosa dos homens? Aliás, como explicar o amor...o porquê do encantamento com o outro, seja esse mesmo ou não. O amor transcende todas as coisas terrenas, imagens, figuras de linguagem, versos e prosas. Como expressão máxima de Deus, imagem e semelhança. Ser hetero ou homo é apenas uma casca daquilo que já está.
...
Estou ouvindo nesse momento a canção "Esa Noche", do Cafe Tacvba. Se eu fosse homossexual, emocionaria-me com esta canção na mesma medida e intensidade, caso estivesse apaixonada. Sem a mínima distinção.
...
Sobre a noção de família. Quantas crianças poderiam ser adotadas tendo em vista a legalização da união homossexual! Quantos deles ganhariam um lar tão apropriado e amoroso quanto o lar de uma família heterossexual, como a minha e a sua, querido leitor. Família não é sangue, família é sintonia, e acredito que esse novo modelo familiar não banalizaria, jamais, a importância e função do grupo, mas sim ampliaria as possibilidades de se construir o amor e a felicidade no meio terreno, aliás, mandamento primordial da Cristandade, "...O que vos mando é que vos ameis uns aos outros". (Jo, 12-17).
...
OBS: Peço desculpa à comunidade gay por não saber, ainda, utilizar uma nomenclatura apropriada (homoerótico? homoafetivo? gay? homossexual?) - mas acho que me fiz entender.
...
Processos? envie seu email para oraculodesofia@yahoo.com.br
Boa Noite!