segunda-feira, 12 de outubro de 2009

TRIENIO DE LA LIBERTAD: celebrando!

(cuidado! texto longo!)


“Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade”
(Legião Urbana – Sereníssima)


Hoje é um dia muito especial para mim. Talvez, o terceiro dia mais importante da minha vida, pelo menos , até então.

Há exatos 3 anos, numa noite dessas... sexta-feira, 13 de outubro, tive um problema de saúde que me levou a passar por um grande processo de mudança.....mudança de valores, de projeto de vida...de olhar.

Tive uma crise de algo que se convencionou chamar de TBH: Transtorno Bipolar do Humor, problema o qual só pude superar com o apoio de pessoas queridas....meus pais, fundamentais na minha vida; meus amigos da Pastoral da Juventude......meus amores da Pastoral da Juventude.....e a Pastoral da Juventude, em si; e, meu médico, Humberto....nome querido para uma pessoa tão querida.

Fiquei um mês num estado expressivo de confusão mental....há quem diga que o paciente com bipolaridade se recorda de tudo o que faz. Ledo engano, e afirmo isso com autoridade de quem viveu uma crise intensa, viu? Lembro de muita coisa, mas não tudo. A estadia no hospital, por exemplo, não me traz muitas lembranças. Lembro da presença do meu pai..dia após dia...e de uma ciranda que ele cantava para mim, cuja letra narrava a história de uma moça triste, que dizia: “Por caridade....por caridade....” – só disso que me recordo. Também sentia pavor de corujas...de todas as imagens de corujas possíveis....uma grande amiga, Priska, passou “aperto” comigo nesse dia.....

Minha primeira lembrança concreta, após esse pseudo-pesadelo, deu-se no dia 10 de novembro de 2006, quase um mês depois, em virtude do meu aniversário. Lembro que fizeram uma festinha para mim...com a presença dos meus tios....meu então namorado (o atual ex), meus pais, meus primos-irmãos-companheiros Leandro e Patrícia...minha prima Bruna. Lembro que minha mãe fez uma torta horrível de limão, como se fosse meu bolo de aniversário...(é que só gosto de bolo de chocolate......rs...) – e assim, deu-se o meu despertar oficial, à base de limão...erght!

Os efeitos colaterais da medicação eram intensos: não conseguia enxergar direito, minha postura modificara-se também...eu não conseguia manter a “postura” ereta....tão pouco a minha expressão facial “normal”...estava sempre com a cara de quem não dormia..de quem estava cansada....cara de zumbi, para ser mais clara. Cortei meu cabelo curtinho nessa época, para melhorar ainda mais....sempre tive uma ligação muito forte com meu cabelo..e em todos os momentos trashs da minha vida, expressava isso cortando o cabelo...uma coisa meio Clara de Assis – se é que vocês me entendem...(não dessa vez – semana passada cortei ele curtinho mas porque deu na telha mesmo...).

Em função disso tudo, tranquei meu segundo período na Universidade, ficando praticamente seis meses em casa....sem fazer nada.....minto, fiz um mês de dança de rua...(acreditam? Rsrsrs...eu toda fresca...fazendo dança de rua....aff...). Não me arrependi, porque os efeitos dos remédios eram muito fortes....Mas, se soubesse que dali a um mês passariam de fato....acho que não teria trancado. Meu médico, Humberto, pessoa quem nunca me colocou em uma redoma de vidro, como muitos médicos fazem por aí, avisou-me que não era uma boa idéia o trancamento de matrícula...mas....na época, acabei optando por isso....e até que foi bom, por outras razões..que hoje não têm mais importância.

Por que celebrar então esse “pseudo-pesadelo”? Justamente por isso....por ter se tornado um falso pesadelo. Contrariando ao prognóstico de muitos psiquiatras, hoje completo 3 anos de uma vida normal. Muita coisa bonita já me aconteceu, desde aquele outubro de 2006: amigos, amores, sonhos, objetivos, surpresas...encontros; também, passei por dias de tristeza aguda e crônica ...desencontros, frustrações, rupturas... perdas e ganhos. Muitas cachaçadas, cervejadas, noites mal dormidas de muito bate papo com os amigos; muito café – coisas que sempre gostei e que, nunca mais voltaria a fazer, segundo el doctor Humberto...acreditam? nunca mais!???

Isso foi um propósito pessoal; não me deixar levar por esse problema que, para algumas pessoas, tornou-se mais um adesivo de carro e um modismo para a fundamentação de suas carências. Oxe...nada disso! Tenho uma vida normal...uma vida em abundância! Cuido-me, aprendi a me conhecer...a entender os meus limites. Mas, desde cedo, expus ao meu médico e para mim mesma que estaria fora de cogitação uma vida em que eu não pudesse ser eu. Em que eu tivesse que me privar da minha liberdade...de ser Amanda. E graças a Deus, hoje, eu celebro essa conquista: 3 anos de estabilidade. Vejo tanta gente com o mesmo problema que eu, vivendo num caos, atribuindo a sua “mudança de humor” toda a responsabilidade de suas vidas, seus relacionamentos, suas vidas profissionais, suas limitações humanas... Não é isso que eu quero para mim....

Como disse-me o Humberto certa vez: “você não parece que teve uma crise de bipolaridade”. Em um outro momento , disse também que eu devia entender que eu não sou bipolar...mas sim, que eu sou a Amanda, estudante de Letras, Amanda.....que viveu uma crise de bipolaridade; esta, que não me resume. Existe uma diferença entre ser e estar....
Minha crise, segundo o Humberto, foi apenas uma viagem para dentro de mim e do que me era importante; enquanto muitos jovens fazem intercâmbio para o exterior...eu, fui privilegiada com uma viagem para dentro de mim mesma.

Ao voltar dessa viagem, hoje, um triênio depois, penso que apesar das nossas frustrações, vale a pena viver, né? A cada pessoa que eu conheço...a cada jovem que eu conheço cuja vida foi ceifada prematuramente, seja por uma doença, por uma situação de violência, ou pelas próprias mãos...acrescento a minha vida mais peso de vivê-la bem e intensamente. Penso no Rodolfo, no Cleiton, na Morena, na Julya.....essa gente tão boa e bonita que já não está aqui. Vivo por mim e por eles; por tudo aquilo que não viveram e que eu posso ainda viver....conhecer....tocar...amar. Faço jus a chance que eles me deixaram. Coincidentemente, esses quatros jovens participaram comigo dos quatro momentos mais difíceis que já vivi.

Também penso nos meus pais...e fico feliz de ter sido escolhida para ser a filha deles, ainda que a filha desparafusada; a ovelha negra. Rsrs. Família é sintonia, fatidicamente.

Sei que esse ano foi hard...mas, sempre“existem possibilidades”. Se eu tivesse que morrer hoje, creio que morreria feliz porque já vi muita coisa ...já conheci muita gente..e já amei muito; Mas, se Deus quiser me dar mais alguns 75 anos de vida......segue a lista abaixo com as coisas que ainda pretendo fazer, metas, objetivos, sonhos e viagens....
Afinal de contas, “Viver é uma responsabilidade”.

1) Quero terminar o meu curso em julho de 2011, após o término da minha bolsa de iniciação científica. Quero fazer um mestrado em Literatura Comparada, estudando a relação da Religião com a literatura, isso em Viçosa (UFV) ou Juiz de Fora (UFJF);
2) Quero trabalhar com educação popular também. Quero trabalhar com juventude rural, nas EFA´s.....(Escola família Agrícola). Também quero dar aula por um tempo em escolas na zona rural...alguma coisa assim. Sempre tive vontade de fazer isso....;
3) Queria ser assessora da Pastoral da Juventude..mas acho que não tenho nenhum “dom” específico a oferecer..além da minha facilidade em aconselhar os sofrimentos amorosos da galera...;
4) Quero muito viajar para a África. Por dois motivos: primeiro, porque queria ficar um tempo em missão...na comunidade de uns amigos que moram lá, em Moçambique. Queria conhece-los...sabe?? ficar lá...observando suas vidas.....suas dores...celebrações. Também quero estudar Literatura Africana...conhecer os seus costumes...seus contos..sua oralidade;
5) Quero trabalhar com jovens infratores também.....não sei como, nem quando, nem onde. Não no sentido de prevenção, mas com aqueles já envolvidos no crime, sabe...no sentido de recuperação......isso é prioridade! Através da educação...
6) Quero trabalhar com doentes mentais também....mas isso não é prioridade...pode ser quando eu estiver mais velhinha.....
7) Se pudesse, também queria ser voluntária da ABRALE (Associação brasileira de Linfoma e Leucemia....), mas, eu não tenho nada a oferecer...então....fica para a parte das não-prioridades.....;
8) Quero morar um tempo em outras cidades de Minas...(Ouro Preto, Barbacena, Mariana, Belo Horizonte, Juiz de Fora – se eu for estudar lá), e em São Paulo....por um tempo; mas, no fim da vida, quero morar no Tombo da cachoeira..uma roça no município de Canaã....quero morrer lá....e ser enterrada lá..(cremada...).
9) Quero conhecer o Rio de Janeiro, o Nordeste, e as cidadezinhas de Minas....
10) Quero emagrecer uns 10 kgs...e voltar a dançar qualquer coisa....Talvez Flamenco, já que Ballet eu acho que nunca mais vou dançar....ai ai......
11) Quero rever meus amigos de São Paulo muitas vezes ao longo da vida; e também as amigas que tenho feito em Viçosa, os amigos da Pastoral da Juventude, os meus primos, os amigos lá de Moçambique, de BH...se isso não for possível...queria estar em sintonia com essas pessoas de alguma forma.
12) Quero estudar Filosofia e Teologia....Quero escrever um artigo sobre a relação de gênero dentro do texto Bíblico...e estudar o Apocalipse! (rsrsrs...cada coisa né? mas o pior é que é verdade!!!).
13) Quero conhecer mais o judaísmo...a cabala...o que são essas coisas todas........
14) Quero comprar um cavalo para mim! E aprender a montar decentemente.......
15) Quero participar de algum movimento em prol dos direitos dos homossexuais;
16) Quero um namorado...mas um namorado que me ame, sabe?? Que me ame apesar dos meus defeitos....e que queira construir uma família...criar uma raiz. Que seja um homem maduro e sensível. Que tenha alguma causa que lhe dê vida...alguma causa social, uma luta. Que goste de escrever (ou não); que goste de música...de pessoas....de crianças....de discutir assuntos como religião e política; Que seja engraçado, divertido, inteligente....Que goste de ler (ou não), Que tenha uma voz bonita....um sotaque bonito...que seja um pouco mal humorado...(gente bem humorada o tempo todo é um porre....), que saiba atualizar o encanto de um relacionamento diariamente. Será que eu encontro? Kkkkk.
17) Quero ter filhos! Biológicos e adotivos.....
18) Que meus pais sejam felizes...com as escolhas deles, com a vida deles...que eu possa estar por perto...quando mais precisarem.
19) Quero aprender a cozinhar;
20) Quero aprender a dirigir;
21) Quero aprender Espanhol;
22) Quero voltar a estudar Inglês – mesmo detestando...
23) Quero conhecer Atenas (Grécia)
24) Quero conhecer Lima...(Peru)
25) Quero conhecer o Rubem Alves pessoalmente;
26) Quero rever o Hanson...rsrs....
27) Quero ir a um show dos Los Hermanos e conhece-los pessoalmente;
28) Queria poder comprar uns livros também....muitos muitos...
29) Queria conhecer a Dynki, minha amiga virtual de adolescência.....
30) Quero fazer o curso de verão....
31) Quero fazer o CAJO, um dia...
32) Quero aprender a jogar truco..
33) Quero participar do Fé e Política...(né Julya? ....)
34) Por fim, quero aprender a escrever bem. E, independente do que venha a acontecer ou não, dentre esses 34 itens, que eu sempre dê conta de achar um caminho...quando tudo parecer perdido.....quando a coisa voltar a ficar feia....que eu sempre encontre a minha liberdade.

8 comentários:

  1. È Amanda, a vida não é nada fácil!
    Te admiro por ter superado tudo isso aí em cima.
    Me lembro muito bem desse período.
    Graças a Deus vc superou, está de volta.
    Parabéns pela inteligência, beleza, coragem e principalmente por ser essa pessoa humana e de um ♥ enorme.
    Porque vc Amanda, não é a bipolar mas....... a AMADA -----> AMANDA!!!!
    BJUSS

    ResponderExcluir
  2. Bola pra frente pra fazer o gol!
    Vai e realize seus sonhos, a cada dia.

    ResponderExcluir
  3. Tem selo pra você no meu Blog, Amanda!

    ResponderExcluir
  4. Puts, um comentário rápido. Acho que me vi no item 16 e vi muitos desejos em comum ou proximo. Beijos, hehehehe

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. ei, aprender a escrever ainda? vc ja ta escrevendo bem sua história garota!!!
    je t'adore beaucoup!!

    ResponderExcluir
  8. Eu tava na festa de aniversário aí tb!!

    ResponderExcluir