terça-feira, 31 de agosto de 2010

In the Mausoleum



Time travels to learn
Your secret life
In your mausoleum


Um tempo viajando para descobrir
Sua vida secreta
Em seu masoléu
And Berlin
Is so ugly in the morning light
But with them
I could never feel so right
E Berlim
É tão feia à luz da manhã
Mas com eles
Eu nunca pude me sentir tão bem
In the Mausoleum...
Beirut.

Inferno Psicodélico.

"Maybe you find some comfort here..."

Hoje pensei no que escrever...

A impressão é a de que não há mais nada pra ser dito, como se a fonte esgotasse-me. Parte dela ainda está; a outra, ainda.

Permaneço, apesar disso, dando voltas em torno de mim mesma, para me distrair um pouco mais: uma tatuagem, um livro que não será lido hoje, outros duzentos deles, um cachorro... sim, é possível que eu adote um cachorro para disperdiçar gratuitamente a minha capacidade de amor, enquanto não puder ter filhos.

Estou no inferno.

Um inferno astral que não é meu, embora é como se o fosse. Falta um tanto ainda para o meu aniversário...(os infernos nos são dados um mês antes do aniversário, dizem aqueles que creem nessa bobagem...como eu).

Prometi a mim mesma que não escreveria hoje, mas como não escrever? É o mesmo que pedir a uma criança que não ria, que não dance, que não faça perguntas, ainda que estejamos num velório, e queiramos, secretamente, também rir, também dançar, também perguntar o porquê das crueldades que nos surgem.

Ontem.

Ontem estudávamos algumas frases clichês do Português, e é nisso que me dou conta do quanto meus olhos estão clichês, previsíveis, cheios de pré-requisitos infundados. Parece que não sou eu, parece que eu sou o retrato de alguém com quem pareço, ou com quem gostaria de parecer devido a minha falta de amor próprio.

Um cachorro nos ensina muito sobre amor próprio.

Todas as palavras são clichês, tudo ressoa exatamente igual.

Joguei tarot para uma amiga que se surpreendeu com o destino que li. Engraçado como ela foi capaz de confiar em mim; eu poderia ter inventado? Acho que menti.

Eu não confiaria tanto numa pessoa como eu.

As pessoas que falam muito alto, riem muito alto, não são de confiança...não guardam segredos. As pessoas de voz mansa são melhores.

O inferno.

Sempre preferi inferno à ceu.Inferno literário, inferno medieval.

Eu me identifico com o Diabo.

A loucura é um inferno real, no qual já estive por alguns meses. Essa loucura com a qual sonhamos, não passa de excesso de medo. Loucura real é labirinto. Falta ar. Pode sentir?

Não sou confiável, porque não consigo não escrever. Eu nunca durmo. Nunca esvazio.

Eu me saboto.

A saudade é tão grande, que chega a doer. Só não é maior que a vontade e a certeza.

Toda certeza é fundamentada em inferno e loucura. Posso ir?
- Acabou o cigarro!
"Eu amo" - alguém escreveu.
"Eu amo" - alguém leu.
E onde dois ou mais não estiverem, ele também habitará.
Amém.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

UVA PASSA.


Essa foto foi tirada no ano de 2009, em uma reunião da coordenação regional da Pastoral da Juventude.


Peço "licença" a todos os amigos para postá-la aqui; gosto muito dessa foto, porque ela representa um tempo muito bacana que vivi...(sem contar que estou muito bonita...tinha acabado de chegar da praia e estava da cor do pecado...hehe).

Meu Deus! O tempo voa....

Esse ano a PJ organizará um seminário arquidiocesano e um DNJ regional.

Eu, como sempre, estou toda labirinto....(modo poético de dizer que estou perdida e com preguiça de me achar).

Lembranças de bons tempos...mas ainda bem que tudo passa...

Até uva.

domingo, 29 de agosto de 2010

Antes de rebolar...eu penso!

*a bailarina. Foto de Silvia Roman.

Nasci com um pequeno problema nos pés: eles eram “chatos”, isto é, planos, sem curvatura. Por causa disso, minha mãe me colocou nas aulas de Ballet clássico quando tinha 4 anos. Na verdade, meu problema não passava de uma desculpa para mamãe: Dona Francisca queria uma filha artista, talvez modelo, talvez dançarina do Chacrinha.... – mas que decepção ela teve! Nasci com vontade de ser cientista-escritora, e depois de celebrar muitas missas e destruir os cavaleiros inimigos de Athena, minhas brincadeiras preferidas... passei no vestibular para Letras e aprendi a dançar até o chão!

Meu destino estava traçado desde o berço. Corpo de bailarina nunca tive, de modo que aos catorze anos quase fui acometida por uma pseudo-anorexia...minha luta contra o peso era implacável...
Em contrapartida, tenho alma de bailarina, e isto é inquestionável...(O bom de ter um Blog-diário é o fato de poder aumentar as qualidades que não temos).
Pois bem.

Quando criança, o que gostava mesmo era de brincar com as outras amigas de Ballet; passei por períodos em que detestava a dança, em que não agüentava passar um fim de semana viajando para festivais ou ensaiando, pois o que queria era a “liberdade” de passear no shopping com as amigas de então, ou, ficar em casa assistindo Cavaleiros do Zodíaco e demais seriados japoneses (BURRAAAAAA!!!!!! Se arrependimento matasse...morri!!)

Aos treze, tudo mudou pela primeira vez: encontrei o que não enxergara a meu lado, um dia sem mais.

Apaixono-me pela dança, perdidamente, e a partir daquele ano decido investir nisso, de alguma forma tardia.

Dois anos depois, deixo o antigo “Pássaro Azull", após conhecer a querida -mãe Marica Pee, seu Studio lindíssimo...e grandes amigos que pude fazer...valeu a pena sim!! apesar de ter passado tão rápido...de ter demorado um tanto para encontrá-los... (sempre me atraso na vida).

Muitas pessoas...(juro leitor! Muitas!!!) diziam que eu tinha “algo mais”, certo talento. Embora não tivesse “pernão”, corpo, flexibilidade...tinha técnica, girava bem, saltava bem, e, sobretudo, era uma menina muito expressiva...muito....

Falavam-me sobre uma tal coisa que tinha no meu jeito de olhar....tal coisa que não entendia e fazia sem querer...

Dançava brilhantemente quando em aula, porque me divertia com aquilo; mas, em festivais, dançava mediocremente, e por isso nunca fui premiada com nada muito importante.

A última vez em que estive num palco foi em julho de 2004 dançando o “Desafio de Kitri”,"Alegretto"e "Classicão". Nunca havia dançado tão bem em um festival, conseguindo finalizar uma seqüência monstro de 20 pirouettes em diagonal...e um“balance”perfeito no"Desafio". Ganhei um terceiro lugar, injustamente (juroooooooo!)...mas tudo bem!! Nesta época, eu já havia desistido da dança e pretendia mesmo era seguir minha vocação religiosa, a mesma que seria destruída sete meses depois, ao conhecer meus primeiros amigos de Viçosa (e também primos...) Leandro e Paty.

O que restou da dança em minha vida...

Além das fotos, que precisam ser restauradas (não tenho grandes fotos como bailarina porque nunca gostei delas, contrariando a raça das bailarinas clássicas...), frustração. Já em Viçosa, minha cidade atual, tentei por várias vezes voltar a dançar...mas devido à falta de tempo e às constantes mudanças em meu projeto pessoal, nunca me foi possível. Sofro por isso ainda hoje...sofro monstruosamente! É uma das poucas coisas das quais me arrependo...

Mas, além da frustração...algumas coisas boas restaram: amigos que ainda tenho...boas lembranças....

A tal disciplina da qual todos comentam ao se tratar de dança, confesso que nunca a tive, sempre fui preguiçosa....então vamos esquecê-la!

De qualquer forma, sinto sim outros vestígios mais concretos de dança em minha vida, como por exemplo:

- A facilidade que tenho para dançar qualquer tipo de coisa, ainda que não tenha um rebolado muito bom;
-Tenho ouvido bom pra música, e sou bem eclética;
- Tenho facilidade para trabalhar em grupo;
- Sou terrivelmente expressiva;
- Aprendi a funcionar melhor sob pressão. Quer que eu faça algo difícil? É só me provar por a + b que eu nunca vou conseguir....ou me irritar profundamente....aí eu vou lá e faço!
- Minhas pernas são bonitas;
- Meus pés são monstruosos;
- Sou uma mulher complexada... (tenho problemas com peso e com auto - aceitação).
- Sei que não parece...mas sou muitooooooooooo egocêntrica;
- Gosto de aparecer....(sei que não parece...mas eu gosto...);
- Tenho facilidade para teatro...um gene para o drama que emana das minhas entranhas....;
- Minto bem quando preciso....(embora eu deteste o stress que isso me causa, optando assim pelo drama da verdade...);
- Canto afinadinho...
-Sou pobre, bicho-grilo, mas tenho uma invejável elegância...(desculpa a falta de modéstia...);
- Não tenho medo de gente...embora eu sempre me “reze”antes de apresentar trabalhos na Universidade...outra coisa que aprendi com a dança;
- Adoro dançar qualquer coisa...
- Eu amo muito; isto é, embora eu tente me segurar...não passo de uma louca passional...
- Quer me fazer chorar??? Coloque a música do pas de deux Basílio e Kitri do primeiro ato (Dom Quixote), ou a morte do Cisne, ou Harlequinada...num desses dias ruins....pronto, chorei!!
- Eu não conto pra ninguém...mas eu me "acho" demais! (mesmo...). Sou um pouco metida sim...
- Gosto de sofrer; sou masoquista!
- Quando eu amo, eu amo mesmo, mesmo, mesmo; quando eu odeio, sou indiferente... (porque eu me acho...).
- Apesar disso...sou uma titica de galinha; poço de insegurança...
- Ter conhecido a Cinthya, minha irmã!
- Sou ansiosa...ao extremo!
-Só conto até sete.

Um amigo me disse uma vez que embora eu nunca mais voltasse a dançar, eu estou condenada a ser bailarina para sempre: Disse que preciso de palco, bajulação, cuidado, mimo...e, inclusive, fazer as pessoas felizes com a minha presença....(não que eu seja uma boa presença...vocês entenderam, não?)

Em vários outros momentos, o mesmo amigo me dizia:
- Amanda...você quer ser a eterna bailarininha ??? Cresça, minha filha!!!!!!!!!!

Sim, querido: tenho crescido muito com minhas últimas experiências, crescido também para os lados, e o que percebo é que goste o mundo ou não, eu sou isso o que se vê por aí: um hipopótamo-moça bailarino feliz!

Ainda quero aprender Tango (em primeiro lugar); Flamenco (em segundo lugar), e a rebolar....(em terceiro lugar);
Antes, contudo, tenho pensado seriamente em ganhar a vida jogando tarot nessas lojas místicas que encontramos nos shopping's das cidades grandes...
...mas isso já é outra história.


























Como dois e dois

*Corpo V. Foto de Karina Bertocini.

[...]
Tudo vai mal, tudo
Tudo é igual
Quando eu canto
E sou mudo
Mas eu não minto
Não minto
Estou longe e perto
Sinto alegrias
Tristezas e brinco...
[...]
Meu amor!
Tudo em volta está deserto
Tudo certo
Tudo certo como
Dois e dois são cinco...
(C0mo dois e dois. Caetano Veloso/Roberto Carlos).

Momento "Eu posso"

*Aula de Ballet. Foto de Catarina Krung.



Paciência é pros fracos...
Vontade de sair por aí dando sissones voilés nas pessoas....
Saudade....

Obs: Desculpa...mas eu me "acho"de vez em quando...

sábado, 28 de agosto de 2010

Prece - Pinóquio

*A verdade da mentira. Foto de Zélia Paulo Silva.

Senhor,
Não quero dinheiro, não quero que pague minhas dívidas, não quero marido rico;
Não peço que interfira nos meus problemas com uma mãozinha milagrosa, tão pouco que reveles o que deveria fazer com minhas dúvidas, através de um surto epifânico tal qual sucedeu-se com os grandes profestas...
Não te peço sucesso profissional e muito menos viagens, litros de chocolate em cascatas, pilhas de livros e cd's...
Um haras maravilhoso...cavalos maravilhosos....
Não te peço que minhas amigas possam renascer das cinzas de nossas idiotices leoninas...
ou que eu encontre um grande amor...
Não te peço,sobretudo, para que ilumine a minha confusão mental, fazendo com que eu ate ou des-ate das minhas atuais "aflições"...
Que eu deixe de ser tão deslumbrada, a ponto de insistir naquilo que eu e ti sabemos que de tal mato, coelho nenhum há de sair....
Não quero mais saber de nada.
Não...
Hoje, a única coisa que eu quero de ti, Deus, é um pouco de saúde, sabedoria e harmonia...e um grande pedaço de queijo com goiabada, que eu Adoro!!! (apesar de que adoro mais a ti, Senhor...)
Amém.
Ass: Pinóquio girl.

Meu mico, mico meu...(Leão nosso...)

* Amigas. Foto de José Carlos Pires Gonçalves
Afim de ler um pouco mais
sobre as noites Leoninas?
Acesse:
Meu mico....
Mico meu....
Mico nosso...

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Oráculo de Sofia responde...


*Rosa. Foto de Suzana da Luz.

Querido Leitor desta sexta-sentimental...

Confira a seguir a nossa coluna semanal:

Oráculo de Sofia!

Hoje, responderemos a nosso segundo email...
Caso queira muito participar, escreva seu email melodramático para: oraculodesofia@yahoo.com.br
e Boa Sorte!
Vamos conferir?
...

De: J.A.A.D Para: Oráculo de Sofia...
My Name is A.A.D. I am writing from Burkina Faso-West Africa. I am a staff of one of the biggest Bank here.I want to wire $8.3(Eight Million Three Hundred Thousand Dollars) that has been abandoned for 10 years in our Branch to your account abroad. The account owner is dead with his next of kin since year 2000. Get back to me for details if you are interested to receive the money.
Regards,J.A.A.D.
De: Oráculo de Sofia. Para: J.A.A.D
Dear J.A.A.D.
First of all, my english isn't very good...so...Im sorry about that! But, forget about it! We'll help you with our powerful language woman's intuition....
Im interested in receive the money...Can you call me?
Actually, Im still looking for a millionaire husband....But, if you really can help me...thanks a lot!!
The advice I can give you is...Congratulations for your kindness...You don't need my help...just follow your heart....
Kisses!
Oráculo de Sofia!


Leão nosso de cada quinta...

*soneira...Foto de Rodrigues
Tenso...
Até daqui a pouco...
(porque agora são 04:23, e acordarei, se tudo conspirar a favor de mim, às 07:30...para preparar aula...)

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Humor: Macabéa


- Rebeca, você me arruma
uma aspirina?

Humor: Italiano...

Hoje estou meio Don Corleone...

capiche?

Saudade e Caos

*a saudade e o caos. Foto de Rattus.


Não quero estar neste lugar
e ver você partir
eu quero te esperar
aonde você quer ir
te receber
te acomodar
te oferecer a mão
poder cantar, te acompanhar ao violão

quero te ver de perto
quero dizer que o nosso amor deu certo
quero te ver de perto
quero dizer que o nosso amor deu certo

não sei viver só e sem sonhar
sem fé, sem ter alguém
faz tempo que eu te espero
e que te quero bem
sonho em fazer pro nosso amor
uma bela canção
que me traga paz sem culpa
ao coração

quero te ver de perto
quero dizer que o nosso amor deu certo
quero te ver de perto
quero dizer que o nosso amor deu certo
(De Perto Os Paralamas do Sucesso. Composição: Herbert Vianna).

Leão nosso de cada quarta...

*leão. Foto de Rogério Alves.

- Teve bão.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Mundo descolorido...

*Cores :') por Márcia Brandão.

...Sin saber más vivir
ni en el otro, en el tuyo,
ni en este
mundo descolorido
en donde yo vivía.
Inútil, desvalido
entre los dos...

(Pedro Salinas)

Noites no Porão...

*Cores...Foto de Daniel Train.

Parte I) Declaração de Saudade Explícita de você...
Uma paisagem distante ou familiar.Um casulo. Uma borboleta. Um cavaleiro do zodíaco prata. Um p.alado com asas cor-de-rosa. Uma criança. Uma fadinha...Asas, juntas, misturadas, de todas as cores do céu, contemplam a minha saudade de você...
- Aff....que coisa brega!
Parte II) Sobre as sacanagens de todos os dias...
Alguém diz: - Voulez-vous coucher avec moi (ce soir)?
Alguém indaga: - Hã?
Parte III) A-B-C das Nacionalidades...
- T...Você tem cara desses homens latinos;
- Não...você tem cara de Grego...como aqueles caras que ficam assim...(Alguém imita a posição dos filósofos...).
- Não...Você tem cara de Argentino...
- A...você tem cara daquelas atrizes do Almòdovar....
- I...Você tem cara de índia brasileira...
- R...Você tem cara de índia Mexicana....
- E eu? - diz T2.
- Você tem cara de Brasileiro.
...
Quer saber mais sobre as...
Noites no Porão?

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Para Paulo...


* A Sereia. Foto de Maria Isabel Batista.
"As sereias, porém, possuem uma arma
ainda mais terrível do que seu canto:
seu silêncio."
(Franz Kakfa).
23/ago/2010.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Princípesso....

*Aniversário do Nicolas. Arquivo de Nine e Rick.

Nicolas é filho de Nine e Rick....

Richard é um dos meus melhores amigos, desde 1992....

Que criança mais fofa, né??? Lindo!!!!!!!!

Saudades desse povo...

Parabéns à nova família....

E Bom dia a todos!!!!!! (porque hoje será um daqueles dias longos e chatos...)

domingo, 22 de agosto de 2010

Dicas de Sofia!

SOFIA RECOMENDA:



Abraços Partidos (2009)
Los Abrazos Rotos
Escrito e Dirigido por Pedro Almódovar

Ensaio sobre a cegueira (2008)
Blindness
Direção de Fernando Meirelles
Adaptação do Livro
"Ensaio sobre a cegueira"de José Saramago (1995).





SOFIA DES-RECOMENDA:

(CHATO DEMAIS!!!sono...)

Paixão Proibida (2007).
Um filme de Michael Golding E François Girard,
Baseado em Livro De Alessandro Baricco

sábado, 21 de agosto de 2010

Meus primeiros "primeiros"

*Primeiro Amor. Elis Tavares.


Querido Leitor ensimesmado.....
Uma das coisas que fiz hoje foi iniciar a futura organização do meu quarto. Meus livros estão epalhados pelo chão, à espera de um novo espaço para serem colocados; a parede, à espera de tinta nova.
...Eu, à espera de novidades...
Senti então a necesside de riso-de-mim-mesma e das minhas mil histórias de infância e adolescência.
Desde criança, desde os seis anos,precisamente, tenho o costume de escrever em diários, cadernos, agendas, guardanapos; e, a mania de colecionar todas as cartas e bilhetes que me foram enviados...inclusive os que AINDA escrevo a mim mesma.
Sintomático, leitor!!!
Achei coisas muito engraçadas....muitooo!
Coisas ternas, chorosas, lamúriosas...porque sim:
Tenho alma de sofredora protagonista de novela desde os....seis!
Senti uma imensa saudade de tudo aquilo... e a estranha percepção tranquilizadora de que tudo passa....tudo....ufa!
Encontrei registros engraçadíssimos a respeito de alguns primeiros que tive....
...primeiro amor, primeiro beijo, primeiro quase namorado e primeiro eu te amo...(que disseram pra mim e que eu disse, a outro...).
Há coisas que permanecem, contudo - o que também me tranquiliza...
Vou partilhar aqui....Tenham um bom riso!
O primeiro amor...
"Hoje, eu to ferrada, porque foi o dia mais legal do mundo. Sabe o Y, o meu amado, a R, minha prima de dez anos ama o T, da classe dela. O que aconteceu é que agente passamos trote pro Y 4 vezes, uma ele atendeu, outra a mãe dele [...]. Acho que o muleque tá gamadão porque ela cantou ele e os amigos dele ficaram ham ham ham. Ela tá quase apaichonada!". (3/11/95 - 9 anos).
"Diário: não me acuse por amar!" (11/11/95 - 10 anos e 1 dia).
"A N já está me enchendo a paciência. [...] Chega de violência, não quero machucá-la, mais, antes de sair de férias Ela terá o que merece...". (04/12/95 - 10 anos).
"Diário, hoje estou mais triste do que nunca. Estou pensando que se o Y for embora talvez eu nunca mais irei ve-lo. Se isso acontecer, meu destino seria partir para Minas e me casar com um mineiro galinha". (16/11/96 - 11 anos).
Sobre o primeiro beijo...
"Meu nome é Amanda, tenho 13 anos e realmente dia 21 será um dia muito especial! Vou deixar de ser BV. E está sendo difícil para mim aceitar essa mudança...". (1999 -"Manual do Primeiro Beijo". Introdução. - 13 anos).
"Conversando com a D., com a M.E., com a C, e a Cdete, deu para fazer uma lista básica do primeiro beijo...e depois de tudo isso, ainda dizem: "seja natural". (1999 -"Manual do Primeiro Beijo", 5o passo).
"Faltam apenas 10 horas para mim deixar de ser BV. Pensei que fosse ficar mais calma, mas piorou!Eu tô com as mãos geladas, com um friu nos pés, na barriga, resfriada, sem fome. São 6:00 da manhã, mal consegui dormir...queria que o tempo passasse rápido...e o problema é: passou! 13 anos passaram rápido...". (1999 - "Manual do Primeiro Beijo". Com que roupa eu vou?).
"Não estou me iludindo: sei que não o matarei com minha língua, mas o problema é, não quero que ele descubra que sou BV". (1999- "Manual do Primeiro Beijo". Com que roupa eu vou?).
"...foi tão normal! não ruim...mas é que eu tive tanto medo. [...] O Gui é muito legal, ele pagou um suco para mim, eu tava tão nervosa!". (1999- "Manual do Primeiro Beijo". Beijei!).
"Bom, eu fiquei com ele de novo, e agora estou namorando! Eu aceitei no dia 31/3/99. Quando acabar, volto a escrever". (1999. "Manual do Primeiro Beijo". Beijei!).
"Eu descobri que gostava apenas do P., e ele da D, então o namoro acabou!". (1999. "Manual do Primeiro Beijo". Beijei!).
O Primeiro quase namorado e "Eu te amo".
"Não sei o que você achou de mim, nem o que não achou, mas mesmo assim, por telefone, pude perceber o quanto te amo...o quanto te quero. Olha só, chocolates pra quem gosta de chocolates. [...] Meu, acredita que até na carta fiquei meio que sem palavras? Mas tenho certeza que depois do dia em que nos virmos, o Ga só vai poder resumir a Amanda em uma palavra: Amor". (2001- 15 anos).
Ga. é uma das pessoas mais especiais que pude conhecer....fui tão idiota com ele...aff....A gente se arrepende de umas coisas, né?
Gostaram?
Por fim...uma pequena PÉROLA (que não tem nada a ver com nada):
"Querido Diário. Estou na 3a série, Meu nome é Amanda e tenho 9 anos. [...] Mas não é brincadeira: eu sou Athena, a 4a reencarnação!".

PAS DE TROIS.


Je N'aime que toi
Eu amo só você
(Alex Beaupain - tradução aproximada, que não foi feita por mim...).
"Petit salaud, ton jeu est clair
Pequeno cafajeste, seu jogo é claro

tu veux tout sans rancune
você quer tudo, sem remorso
le beurre, le cul de la crêmière
a manteiga, a cobertura

deux pour le prix d'une
duas pelo preço de uma

petite garce que tu es vulgaire
Pequena garota, você é tão vulgar

que c'est laid dans ta bouche
que é feio o que sai da sua boca

que cette jalousie m'indiffère
este seu ciúme não me atinge

vois comme tu te couches
vejo como você se deita

Je suis le pont sur la rivière
Eu sou a ponte sobre o rio
qui va de toi à toi

que vai de você a você
traversez-moi, la belle affaire

Atravessem-me, bela relação
Embrassez-vous sur moi hmmm hmm
Beijem-se sobre mim hmmm hmm
Je n'aime que toi hmm
Eu amo só você
Je n'aime que toi
Eu amo só você


[...]

Petit salaud qui tu préfères?
Pequeno canalha o que você prefere?
qui tu veux fais ton choix?

Quem vai ser a sua escolha?
Le bon vieux temps, la nouvelle air

Os bons e velhos tempos, o novo ar
C'est elle ou moi

É ela ou eu
Petite garce qui je préfères

Pequena garota o que eu prefiro
Tu le sais mieux que moi

você sabe melhor que eu
Je préfères que tu sois légère

eu prefiro que você seja passiva
à la guerre à Troie

a esta guerra à três

video

*CONFIRA O CLIPE DE JE N'AIME QUE TOI:
http:www.youtube.com/watch?v=O6dZMA4JQeY&feature=fvst

SURUBA, POLIGAMIA, NECROFILIA e PROSTITUIÇÃO: um relato.

*Ovo. Foto de José Catarino.
Querido Leitor desta Sexta Literária...
Quando o conheci, senti uma intesa e inexplicável atração; mas, nada além do óbvio. Interessante e sedutor, não haveria como escapar de tais sentimentos fortes.
Com a convivência...praticamente diária...surgiram, então, os primeiros problemas: apesar da afinidade sobrenatural, havia um detalhe...um espinho cultural, lexical, pseudo-lingual....problema de falta.
Pegada?
Sentimentos não são apenas espontaneidade.
Há aqueles que precisam de exercício e cultivo: Tempo.
Preciso.
Pois, ora: Foste-nos passando...Ai dona! Encantei-me.
Falta muito, é certo, eu sei.
Não consigo, por exemplo, absorvê-lo antropofagicamente, tal qual faço com ela...ainda não é tão natural, apesar da afinidade, da sedução, das coincidências.
Falta-nos intimidade.
De tão bom, ele me intimida...Talvez preguiça.
Hoje, contudo, dei-me conta de que gosto dele sim: um gostar que não é paixão, mas que de forte e familiar, nos conduzirá, queimando todas as etapas prováveis, a um amor maduro consumado em casamento precoce, fadado a fracasso e divórcio, já que somos de escorpião e eu, Cristã convicta...
Um homem que nasceu Fado; mas, que de fado em fado, virou Flamenco, como bem sei e não discordaria...
Ela.
Ela é a minha paixão...e o grande amor da minha vida; um deles, porque sou poligâmica em certos aspectos. Paixão sem esforço algum, apenas por ser, existir, nascer.
Ele paga as minhas contas; discutimos politica e religião...fumamos e bebemos juntos.
Ela me desnuda; revela-me num espelho tosco, avesso, inumano, desconstrutor, vazio, ausente.
...
Quando a conheci, ela já não era de Sagitário, mas eu tinha dezesseis...
Paixão fulminante e desmedida; entretanto, a distância, os interesses diversos, a atemporalidade dos dias - o destino conspira contra nós.
Não consigo racionalizá-la quando me é preciso; só consigo senti-la, como um segredo.
Já tentou várias vezes que eu fosse com ela: mas sempre digo não.
Outros amores me vem, sempre; mas ela, vez ou outra, eis que me surge num momento inoportuno e trágico, apenas para lembrar-me de que não consigo esquecê-la....nem quero.
Não posso me envolver.
Ela me exigiria demasiado tempo...análise custosa...cuidado...(ela merece todo cuidado...todo meu melhor...) e no momento, só posso oferecer a ela a mediocridade dos minutos contados.
Atrasos.
Acho que a amo, de fato, porque ela me diz aquilo que, de tão bobo, não consigo formular sozinha...mas que também é.
Comunicamo-nos com olhar, silêncio e música.
Ele? Não o esqueço...
É pelo jeito como olha pra vida: sarcástico, pessimista, ateu que não é ateu, figurantes encarnados que somos...como eu?
Ora...
Vivo um "prisma" amoroso...
Eu,Saramago, Clarice, e o Texto.
Acho que vou ficar com os três...pra sempre?? ou pra nunca? Sim? Não?
Mas confesso: Tenho uma queda por um outro homem, mais velho...bem mais velho...pai de muitos filhos, os quais não me importaria em adotar...
...Sem contar que vez ou outra...tenho encontros noturnos com um rapaz mais jovem e bipolar...necrófilo!
...Há ainda o de São Paulo...a quem gostaria de conhecer melhor; sua modernidade mexe comigo...além dos amigos interessantes que têm...
...E...que fique entre nós: ano passado conheci um argentino... misterioso y muy hermoso...Sonho com ele, às vezes.
Lobato, Alvares de Azevedo, Oswald, Borges, Saramago, Clarice, o Texto e eu:
Uma grande suruba necrófila literária!
A única suruba viável em tempos de crise financeira e de mal-me-quer...
= (
...porque a Literatura é a prostituta das artes, alguém já disse...
------
Mudando de assunto...sabe o "Agosto"??
Hoje ele passou por mim, e me deu um aceno. Acho que posso descobrir o que é.
Não deve ser mesmo o que eu pensava. Mas, ainda assim...pode ser melhor. Pode ser o início do futuro...(Não Leitor que me lê; não é mesmo o que você está pensando...)
Pode ser aquilo que eu não conseguiria fazer sozinha...Vamos ver...
Bom Dia!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Auto Retrato.


Emília, Clarice, Capitu, Blimunda, Athena, Lilith, Madalena,G.H, Frida, Rebeca, Marizinha, Sofia, Sara, Cléo, Cinthya, Janis, Mercedes, do Bairro, Marcela, Morena, Julya, Selena, A que Gira o Sol; Mulher! Estudante, Educadora, Educanda,Escritora, Blogueira, Bailarina; Aquela que sabe mentir! Filha, Única, Mãe, Amiga, Prima, Companheira, Amante, Militante, Conselheira, Madrinha, Tia, Ex, Atual, Neta, Sobrinha, Afilhada, Ex Cunhada, Amanda; A digna de ser amada... Café, Feijão Tropeiro, Laka, Crianças, Música, Literatura, Cinema, Choro, Comédia, Drama, Cigarro, Pergunta, África, Cavalo, Canto, Ballet, Calos, Olhos, Ressaca, Skoll, Leão, Viçosa, São Paulo, Saramago y Pilar, Ouro Preto, Tombo da Cachoeira, Terra do Nunca, Amor; Cleiton. Pai, Miltinho, Leandro, Cachorros, Homens; Diabo. Religião, Deus, Dúvida, Desencontro, Desconstrução, Avesso; Começo e Fim. Atraso, Indisciplina, Elegância, Fome, Desajuste, Atemporalidade; Livre Arbítrio. Clichê, Surpresa, Paradoxo, Drummond, Intuição, Sonho, Ventura, Desventura; Sorte ou Azar? Marcelo Camelo, Pixinguinha, Amarante, América Latina, Clássico, Contemporâneo, Sertanejo, Raíz, Leveza, Súplica; Humano. Passado, Abstração, Dúvida, Tentativa; Encontro. Desencontro, Tatuagem, Viagem, Mestrado; Ficção. Alma, Corpo e Caminho...Sou.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Lição de Pai pra Filha.

*Amor de Pai. Foto de José Luís Mendes.
Em uma dessas célebres conversas de Pai pra Filha...
(Talvez ele desejasse que eu fosse homem; mas, nasci mulher...e bonita...)
Disse-me meu pai:
- Amanda...Só Amor não basta: Um dia você vai entender isso...
Em um momento posterior, eis o complemento de sua afirmativa:
- Só Amor não basta, Amanda, porque as coisas práticas pesam muito....sem contar o destino, que às vezes não está a favor daqueles que se amam...Nunca assistiu Romeu e Julieta? Outra coisa minha filha: nem sempre a gente casa com quem ama...nem sempre idealização é sinônimo de amor...e, nem sempre a gente pode fazer aquilo que tem vontade.
Alguns anos se passaram após essa conversa.
E então, hoje, eu entendi o que meu pai sabiamente quis me ensinar com aquela profunda e inesquecível lição:
- Amanda: Não confie nos homens; cuidado com o nosso coorporativismo masculino FDP; e, sobretudo, permaneça eternamente virgem!!

Oráculo de Sofia responde....


*Amizade. Foto de Robert Fuchs.

Querido Leitor,

Hoje recebemos nosso primeiro email, de muitos que virão, para o nosso:

Oráculo de Sofia.

Caso você queira participar, leitor, ainda que no fundo você ache tudo isso muito ...infantil....coisa de mulher criada com "Capricho".....envie seu email para: oraculodesofia@yahoo.com.br

Confira a resposta do oráculo:

Boa noite!!Resolvi escrever rsrsrsr, quem sabe resolve os meus né ?kkkkk. Querida Amanda, a vida anda estranha para variar, hoje acordei muuuuuuuuuuuito mal, de mal com o mundo. [...] Gosto de ler o que você escreve, parece um jeito de aliviar as dores do mundo. Isso é bom e muito sábio, até fico com muita vontade de sentar e bater um bom papo,rsrsrsrs. Quem sabe assim eu aprenda a aliviar as minhas dores da alma e levar a vida com mais leveza?
Saudades...
M.G.

Querida M.G,

A vida é isso o que você está vendo: hoje beija, amanhã não, depois de amanhã é domingo...e segunda-feira ninguem sabe o que será...... - já dizia sabiamente Drummond.Embora a gente não saiba do que vai acontecer no futuro, o importante é entender que ele só há de se desenrolar com as nossas escolhas, nossas ações. É claro que isso não é garantia de felicidade, de que as coisas vão dar certo; é preciso saber que a vida também é perda....é erro...é falta de controle sobre algumas coisas.....é frustração. Mas, ainda assim, não é melhor que viver amordaçado numa terrível zona de conforto???? Não arriscar é como morrer....é a escolha do nada, pelo nada. A gente só aprende a valorizar a alegria depois de conhecer intimamente a dor. Da mesma forma que depois de conhecer o vinho bom, o vinho trivial já não faz mais sentido....

Independente daquilo que te angustia....tire bom proveito dessa angústia...e não deixe de fazer escolhas e apostar nelas!!!!!!!!!!

Um Beijooooooooo!

Leão-Fênix: Renascendo das Cinzas...(CENAS CURTAS!)

Espaço: Bar do Leão.
Irritante música de fundo: "Vontade de passar na tua porta/Vontade de bater no teu portão/Vontade de pedir um copo d'agua/E assim poder tocar na tua mão /E assim poder falar do meu amor/...Eu sou apaixonado por você/Desde menino /desde pequeno/Só não tive coragem pra dizer/ Que tou queimando / tou me roendo". (SANTANA- Vontade).
CENA I: EPIFANIA
Beyoncé diz: - Oh my God!!!!!!!!!!!! Olha só quem tá alí!!!!!!!!! sozinhooooooooooooo....
Alvares mulher: - É o namorado da nossa amiga....sozinho?? Será que eles terminaram????
Beyoncé e Alvares mulher olham uma para a outra, e pensam aquilo que qualquer amiga pensaria naquela situação:
- É...Uma pena que ela é nossa amiga....
CENA II: Amizade...
Alvares mulher: - Ai...(suspiro...). Essa música me lembra ele.....
Mrs. Janis Joplin Ruiva: - Cala boca e engole o choro! ENGOLE O CHORO!!!
CENA III: Gringolândia...
Beyoncé: - Então...tá vendo aquela menina alí??? Só fica com gringo....já ficou com uns 17 americanos e 3 colombianos....é o que o povo conta!
Alvares mulher: - GRANDE COISA!!!!! O que importa nesse quesito é qualidade, não quantidade...eu já peguei um gringo de cada continente...só me falta um "Antárticano".
Mulher de sorte (que se aproxima discretamente entrando na conversa...):
- GRANDE COISA MESMO!!!! Eu já peguei um homem de cada continente, incluindo um cara da Oceania e um homem maduro e interessante da Antártica, que trabalhava na Estação Mc Murdo....
Mulher premiada (que surge do nada na frente das 3 debatedoras....):
- GRANDE COISA!!! Eu, além de pegar um gringo de cada continente....peguei um cara do ACRE!!!!!!!!
Mulher de Sorte: - UoUUUUUUUUUUUUUU!!!!! Dá um autógrafo??
CENA IV: SINA
Rapaz interessante: - Então... essa coisa de sentimento é muito engraçada, né??? Meu namoro terminou há pouco e tal, conheci uma menina legal depois disso....a gente começou a ficar e tal....me apaixonei por ela....Mas, a minha ex ainda mexe comigo.... ela é parte da minha história, acho que nunca vou esquecê-la....Estou num momento de transição...preciso de um tempo.
Alvares mulher: - ...E por que você tá falando isso justo pra mim??? Não vê que estamos num bar com outras 200 pessoas aproximadamente???? P*RR*!!!!!!!!!!
Rapaz interessante: - Ah....sei lá....algo me diz que você consegue me entender!!
Alvares mulher se afoga....num copo de cerveja.....
CENA V: AMIZADE (Parte II).
Alvares mulher: - Ai amiga...me bateu uma tristeza.....
Mrs. Janis Joplin Ruiva: - Olha...ou você muda de assunto, ou eu conto pra sua amiga que você acha o ex dela interessante....
Alvares mulher: Tá bom! parei.
CENA VI: EPIFANIA... (Parte II).
Beyoncé e Alvares mulher: - É...uma pena!
THE END!