terça-feira, 11 de agosto de 2009

Sintomas de Banzo?

Atenção!

Em meio a perigosíssima onda de gripe suína que assola o país, ainda existem brasileiros e brasileiras que sofrem de banzo diariamente.

O banzo não tem cura. O paciente portador pode ser medicado com medidas paliativas, até que o sistema imune do indivíduo seja capaz de reagir contra a doença, criando um estado de auto-amnésia-anti-bânzica.

No entanto, é provável que ao longo da vida, mesmo curado, o portador do banzo mantenha o vírus em estado latente, sendo suscetível a recaídas que podem variar de lapsos de segundos a infindáveis anos, dependendo do grau de manifestação da patologia, e dos seguintes fatores sócio-econômicos: idade, sexo, naturalidade, ocupação e expectativa de vida.

De acordo com a sabedoria popular, algumas medidas de prevenção podem ser tomadas a fim de diminuir o risco de recaídas e contágio. Evite o contato com caixas antigas, cartas e álbuns de fotografias. Também tenha cuidado com longos períodos de ócio em locais fechados. MSN, Twitter, My space, Flick e aplicativos virtuais em geral não são recomendados àqueles que adquiriram a doença ou tiveram a última recaída em um período de dois à cinco anos.

Principais sintomas:

Os sintomas do Banzo variam de indivíduo para indivíduo, confundindo-se ,muitas vezes, com outras graves patologias. De modo geral, percebe-se na espécie feminina um aumento desmedido de sensibilidade, ativando de forma desequilibrada as glândulas lacrimais, o que pode causar sérios transtornos a longo prazo, como a desidratação. O mesmo fenômeno pode ocorrer em espécies masculinas; estas porém, em função de fatores psicossociais, sofrem desse sintoma com menos incidência, em comparação com a espécie feminina. Fala-se em "espécie", por ser comprovado que o vírus do banzo também pode se manifestar em cachorros e cadelas.

Outros sintomas recorrentes a todos os diagnósticos são: dores agudas no peito, alucinações olfativas e auditivas, momentos de solidão, taquicardia; vontade de procurar pelos objetos e itens supracitados no parágrafo anterior; vontade de voltar no tempo. Pode-se perceber um aumento súbito de generosidade e quietude, em se tratando de pacientes idosos.

Recomendações:

Para Humanos: Saia com os amigos. Desligue a televisão, o MSN, o orkut, o rádio (idoso). Procure alguma coisa útil para fazer. Viva o presente intensamente. Em casos de persistência dos sintomas, procure um médico. Em casos de uma persistência muito grande dos sintomas, esqueça o médico e tome um porre com os amigos ou companheiros de bingo (idoso).
Maiores informações, entre em contato com o Ministério da Saúde.

Para cães (Au au's) : Au au au au. Auauauauauauuauauauauauuauauauauau. Auauau, Auau. Auauauaua? Auauauuaua; Auauauauuauaua. Auauauauau. Auauauauauuauaauauaauauauau. Auauauauauauuauauauauauuaaua. Aauauauauua, auauauaauuaa auauau Ministério da Saúde dos Au au´s.

Obrigada pela atenção.
Auauau auauuauauaa.



(*Banzo: É uma palavra africana que da a idéia de uma saudade muito intensa. Ela tem outros significados também. No Brasil, ela é utilizada em muitos lugares com o sentido de saudade, como na Bahia por exemplo, e é este sentido que o texto acima quer sugerir: saudade...).

4 comentários:

  1. Gostei... Adorei o perigo da desidratação e a menor incidência do choro nos homens, por razões psicossociais. E o remédio é perfeito: um bom porre com as/os amigas/os.
    "Tô com sintomas de saudade, tô pensando em você..."

    ResponderExcluir
  2. bem,

    espero que o tenha te lembrado de mim nesse post seja a saudade que vc sente de mim... rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. é por causa da liguagel canina que usei...só isso...rs

    ResponderExcluir
  4. hauauhau eh foda essa minina!

    saudades!

    ResponderExcluir