sábado, 15 de junho de 2013

O MILAGRE DE CADA DIA NOS DAI HOJE.

*Arquivo pessoal
....

Parei de fumar há alguns meses. Não sinto falta, a menos quando muito ansiosa. Como tatu bola ou ladrão bem intencionado, escapei discretamente à meia noite deste domingo recém nascido e me pus a fumar ao lado de fora do apartamento, desafiando a porta que nos cerca. Em casa de família o cigarro é proibido. Mas driblei a hierarquia dos "Bijos de Freitas" e abri a tal porta - de incapaz que fui em destrancar a janela da sala de estar. O apartamento não é meu.
....
No corredor, próximo à saída do edifício, avistei a uma formiga que, cheia de doçura, caminhava lentamente à parte alguma, provavelmente à procura dos seus. Desapareceu em alguns segundos, deixando-me só  com meus cigarros, isqueiro e devaneio.  Observei-a por alguns instantes e inventei um milagre.
....
Imagine só, leitor, se todos os deuses, inclusive o meu, fossem apenas formigas. E que o além vida - seja céu, plano espiritual, inferno ou umbral - fosse repleto delas, grandes, pequenas, rainhas, vassalas, negras ou vermelhas formigas. Caso sejamos a imagem e semelhança de Deus, como acredito, e se Deus - em meus devaneios - fosse formiga, também nós as seríamos, quando despidos de corpo e restritos  à alma inumana.
...
Se Deus fosse uma formiga não haveria mais guerras ou discussões pedantes sobre religião. Poderia tê-la matado naquele momento quando atravessou o meu caminho em busca de sei-lá-quê. Mas resisti, porque senti pena. Não quis desencorajá-la. Há gentes que, como eu, mal sabem o chão em que tocam. Já a formiga que vi tinha o sério objetivo de sobreviver. Invejei-a.
......
Se Deus fosse uma formiga, e acredito que seja, descobriria então o mistério da vida: Somos pequenos, porém o trabalho que nos dá o existir é pesado e dignificante, como as folhinhas que carregamos sobre as nossas costas diariamente. Cada um de nós tem lá suas folhinhas para quando a chegada do inverno.
....
Se Deus fosse uma formiga, teria vergonha em tê-las matado ao longo dos meus vinte e sete anos apenas por inveja, como aqueles que estouram plástico bolha para matar o tédio de suas vidas medíocres.
....
Porém Deus nunca seria um plástico bolha. No máximo, uma barata, mas então já não teria salvação - a minha alma - porque baratas  extrapolam minha sensibilidade.
.....
Deus é uma formiga. Tenho certeza. 

Dedicado a C.L.L.M - o garoto que salvava formigas,
regava  flores e plantava árvores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário