domingo, 29 de agosto de 2010

Antes de rebolar...eu penso!

*a bailarina. Foto de Silvia Roman.

Nasci com um pequeno problema nos pés: eles eram “chatos”, isto é, planos, sem curvatura. Por causa disso, minha mãe me colocou nas aulas de Ballet clássico quando tinha 4 anos. Na verdade, meu problema não passava de uma desculpa para mamãe: Dona Francisca queria uma filha artista, talvez modelo, talvez dançarina do Chacrinha.... – mas que decepção ela teve! Nasci com vontade de ser cientista-escritora, e depois de celebrar muitas missas e destruir os cavaleiros inimigos de Athena, minhas brincadeiras preferidas... passei no vestibular para Letras e aprendi a dançar até o chão!

Meu destino estava traçado desde o berço. Corpo de bailarina nunca tive, de modo que aos catorze anos quase fui acometida por uma pseudo-anorexia...minha luta contra o peso era implacável...
Em contrapartida, tenho alma de bailarina, e isto é inquestionável...(O bom de ter um Blog-diário é o fato de poder aumentar as qualidades que não temos).
Pois bem.

Quando criança, o que gostava mesmo era de brincar com as outras amigas de Ballet; passei por períodos em que detestava a dança, em que não agüentava passar um fim de semana viajando para festivais ou ensaiando, pois o que queria era a “liberdade” de passear no shopping com as amigas de então, ou, ficar em casa assistindo Cavaleiros do Zodíaco e demais seriados japoneses (BURRAAAAAA!!!!!! Se arrependimento matasse...morri!!)

Aos treze, tudo mudou pela primeira vez: encontrei o que não enxergara a meu lado, um dia sem mais.

Apaixono-me pela dança, perdidamente, e a partir daquele ano decido investir nisso, de alguma forma tardia.

Dois anos depois, deixo o antigo “Pássaro Azull", após conhecer a querida -mãe Marica Pee, seu Studio lindíssimo...e grandes amigos que pude fazer...valeu a pena sim!! apesar de ter passado tão rápido...de ter demorado um tanto para encontrá-los... (sempre me atraso na vida).

Muitas pessoas...(juro leitor! Muitas!!!) diziam que eu tinha “algo mais”, certo talento. Embora não tivesse “pernão”, corpo, flexibilidade...tinha técnica, girava bem, saltava bem, e, sobretudo, era uma menina muito expressiva...muito....

Falavam-me sobre uma tal coisa que tinha no meu jeito de olhar....tal coisa que não entendia e fazia sem querer...

Dançava brilhantemente quando em aula, porque me divertia com aquilo; mas, em festivais, dançava mediocremente, e por isso nunca fui premiada com nada muito importante.

A última vez em que estive num palco foi em julho de 2004 dançando o “Desafio de Kitri”,"Alegretto"e "Classicão". Nunca havia dançado tão bem em um festival, conseguindo finalizar uma seqüência monstro de 20 pirouettes em diagonal...e um“balance”perfeito no"Desafio". Ganhei um terceiro lugar, injustamente (juroooooooo!)...mas tudo bem!! Nesta época, eu já havia desistido da dança e pretendia mesmo era seguir minha vocação religiosa, a mesma que seria destruída sete meses depois, ao conhecer meus primeiros amigos de Viçosa (e também primos...) Leandro e Paty.

O que restou da dança em minha vida...

Além das fotos, que precisam ser restauradas (não tenho grandes fotos como bailarina porque nunca gostei delas, contrariando a raça das bailarinas clássicas...), frustração. Já em Viçosa, minha cidade atual, tentei por várias vezes voltar a dançar...mas devido à falta de tempo e às constantes mudanças em meu projeto pessoal, nunca me foi possível. Sofro por isso ainda hoje...sofro monstruosamente! É uma das poucas coisas das quais me arrependo...

Mas, além da frustração...algumas coisas boas restaram: amigos que ainda tenho...boas lembranças....

A tal disciplina da qual todos comentam ao se tratar de dança, confesso que nunca a tive, sempre fui preguiçosa....então vamos esquecê-la!

De qualquer forma, sinto sim outros vestígios mais concretos de dança em minha vida, como por exemplo:

- A facilidade que tenho para dançar qualquer tipo de coisa, ainda que não tenha um rebolado muito bom;
-Tenho ouvido bom pra música, e sou bem eclética;
- Tenho facilidade para trabalhar em grupo;
- Sou terrivelmente expressiva;
- Aprendi a funcionar melhor sob pressão. Quer que eu faça algo difícil? É só me provar por a + b que eu nunca vou conseguir....ou me irritar profundamente....aí eu vou lá e faço!
- Minhas pernas são bonitas;
- Meus pés são monstruosos;
- Sou uma mulher complexada... (tenho problemas com peso e com auto - aceitação).
- Sei que não parece...mas sou muitooooooooooo egocêntrica;
- Gosto de aparecer....(sei que não parece...mas eu gosto...);
- Tenho facilidade para teatro...um gene para o drama que emana das minhas entranhas....;
- Minto bem quando preciso....(embora eu deteste o stress que isso me causa, optando assim pelo drama da verdade...);
- Canto afinadinho...
-Sou pobre, bicho-grilo, mas tenho uma invejável elegância...(desculpa a falta de modéstia...);
- Não tenho medo de gente...embora eu sempre me “reze”antes de apresentar trabalhos na Universidade...outra coisa que aprendi com a dança;
- Adoro dançar qualquer coisa...
- Eu amo muito; isto é, embora eu tente me segurar...não passo de uma louca passional...
- Quer me fazer chorar??? Coloque a música do pas de deux Basílio e Kitri do primeiro ato (Dom Quixote), ou a morte do Cisne, ou Harlequinada...num desses dias ruins....pronto, chorei!!
- Eu não conto pra ninguém...mas eu me "acho" demais! (mesmo...). Sou um pouco metida sim...
- Gosto de sofrer; sou masoquista!
- Quando eu amo, eu amo mesmo, mesmo, mesmo; quando eu odeio, sou indiferente... (porque eu me acho...).
- Apesar disso...sou uma titica de galinha; poço de insegurança...
- Ter conhecido a Cinthya, minha irmã!
- Sou ansiosa...ao extremo!
-Só conto até sete.

Um amigo me disse uma vez que embora eu nunca mais voltasse a dançar, eu estou condenada a ser bailarina para sempre: Disse que preciso de palco, bajulação, cuidado, mimo...e, inclusive, fazer as pessoas felizes com a minha presença....(não que eu seja uma boa presença...vocês entenderam, não?)

Em vários outros momentos, o mesmo amigo me dizia:
- Amanda...você quer ser a eterna bailarininha ??? Cresça, minha filha!!!!!!!!!!

Sim, querido: tenho crescido muito com minhas últimas experiências, crescido também para os lados, e o que percebo é que goste o mundo ou não, eu sou isso o que se vê por aí: um hipopótamo-moça bailarino feliz!

Ainda quero aprender Tango (em primeiro lugar); Flamenco (em segundo lugar), e a rebolar....(em terceiro lugar);
Antes, contudo, tenho pensado seriamente em ganhar a vida jogando tarot nessas lojas místicas que encontramos nos shopping's das cidades grandes...
...mas isso já é outra história.


























6 comentários:

  1. Eu sou mt envolvida com o teatro desde criança :)
    E ao contrário de vc, acho que não perdi tempo nao! rs' aproveito cada seguuundo *-*
    E assim como a dança, o teatro tbm nos disciplina muuito \\o Ano que vem vou fazer dança justamente para melhorar o meu trabalho como atriz! hahaha' [sou meio desengoçada com meu corpo] T.T
    lindas fotos!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Pois é Dani!
    Quando digo que perdi tempo, quero dizer que só aos 13 de fato comecei a pensar seriamente na dança...se de repente eu houvesse tido um insight pra isso antes, quem sabe, hoje seria prima bailarina de algum lugar...
    Mas acho que foi falta de incentivo da minha primeira escola. Os professores eram bons, mas muitos deles trabalhavam por obrigação...faltava alma. Depois, quando encontrei a alma, anos depis...já não tinha mais corpo, mais tempo...aff

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto Prima!!me deu mais saudades...apesar de vc ta lotada de amigos novos ai...Sinto falta de nossas saidas, onde não tinhamos obrigações!Uma vontade que tem me atormentado e que quero um dia realizar: Aprender tango!!Tenho sonhos com isso...sei q estou dançando com uma mulher(Dãããã),e q tenho um sentimento de irmão por ela, ou é vc ou minha outra irmã né...!!
    No mais acho q tem todas essas qualidades mesmo...não é pq te amo q falo...e a q mais se destaca é seu EGOCENTRISMO EXAGERADO!!USAHSAUH
    AINDA BEM Q APARECEMOS NA SUA VIDA!!!KAKAKAK
    BJUU!

    ResponderExcluir
  4. Amei as fotos...poderosíssima...rsrs

    ResponderExcluir
  5. ainda bem mesmo....heheh
    Obrigada pelos elogios! MEU EGO AGRADECE!

    ResponderExcluir